Archive for the ‘Ameaça de morte’ Category

h1

Novos documentos do FBI, revela investigação de um ataque terrorista

29 de março de 2011

No post anterior falamos sobre a La Toya que proclama a Justiça, mas que na prática não vimos nada. Ela acusou a policia de estar encobrindo as coisas, e levantou uma blasfêmia contra tudo e todos.

E com base nisso eu fui pesquisar sobre os relatórios do FBI, onde diz claramente que Michael recebeu proteção da policia durante seu Julgamento, e quando recebeu ameaças de morte.

Vocês sabem, eu adoro uma contradição!

Já falamos sobre isso aqui, mas agora tenho novas informações.

Novos documentos do FBI revelam investigação de um possível ataque terrorista, ameaça de homicídio, e complô contra Michael Jackson.

 

Primeiro: todos sabem que Michael já foi para o Islã, e que era bem recebido por lá.

Porém também sabemos que Tohme é de lá, e se isso está registrado nos arquivos do FBI merece nossa atenção.

Não é minha opinião, pois estou apenas analisando o que o FBI disse

Se algum dia essa ameaça foi registrada, é por que ela supostamente existiu. Tô errada?

Qualquer cultura está sujeito a manifestação de violência. Por favor, não me entendem mau.

Arquivos do FBI revelam ameaças de morte para Michael Jackson:

 – FBI também ajudou a administrar entrevistas, na investigação de abuso sexual infantil contra o cantor

“Durante mais de uma década de monitoramento, o Federal Bureau of Investigation ajudou a criar entrevistas sobre alegações de abuso sexual contra crianças, e  um possível ataque terrorista contra Michael Jackson, de acordo com os arquivos recém-liberados do FBI”

Obs: ele está se referiando as entrevista de testemunhas a favor de Michael, assim como a própria afirmação dele ao dizer que era inocente.

“Apesar do controlo por mais de uma década, os arquivos não contêm grandes revelações sobre a vida privada, e a investigação nunca detectou qualquer evidência sólida contra ele,  em relação a duas acusações de abuso sexual diferente, de acordo com a Associated Press”

Os documentos divulgados na terça-feira na data de 1992-2005, e embora o FBI disse que eles somam cerca de 600 páginas, apenas 333 foram liberadas devido a regras de privacidade, e um desejo de proteger as técnicas de investigação.

E um desejo de proteger as técnicas de investigação?

Bem, por que você acha que o FBI não divulgou tudo?

Seria por que ainda temos uma investigação aqui, como o próprio FBI afirma?

Se Michael está morto e morto não pode mais ser julgado, do que você acha que se trata essa investigação do FBI?

Sobre a morte dele..

E isso vai totalmente contra aquilo que a La Toya afirmou, ao dizer que o FBI não está trabalhando.

É claro que sabemos que temos erros gritantes aqui, mas nós também sabemos o porquê.

Então, eles voltam a falar de Frank da Máfia Gambino:

“Embora eles não contêm muitas notícias bombásticas, eles revelam que a condenação de 1993, Frank Paul Jones – um homem supostamente obcecada pela irmã de Michael, Janet Jackson – foi acusado de  ameaças de morte feitas contra Michael, e o então presidente George HW Bush, com a influência do chefão mafioso John Gotti, a quem ele dizia ser seu pai.” Em carta obtida pelo FBI, datado de 06 de julho de 1992, Jones escreveu: “Eu decidi que já que ninguém está me levando sérios, e eu não posso lidar com meu estado de espírito, então eu estou indo para Washington, DC, para ameaçar matar o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush “, acrescentando:” Michael (Jackson) também onde irei pessoalmente tentar matar, se ele não pagar o meu dinheiro. ” 

Entre os documentos escrito pelo escritório do promotor da cidade de Los Angeles, que alegou que em 22 de junho de 1992, o autor da carta “chega na Califórnia” e “ameaça matar”. O FBI entrevistou uma “vítima”, não identificado, cujo nome está redigido, mas disse à AP que era supostamente Michael Jackson, o qual disse às autoridades que estava ciente das ameaças,  e levou  isso sério. Jones foi detido em 22 de junho, e condenado em 1993 a dois anos de prisão por “envio de  uma comunicação ameaçadora”.

Interessante ele ser preso dia 22 de Junho..  

Obs: já falamos sobre Frank Gambino aqui, e nós já sabemos que ele está sendo investigado pelo “assassinato” de Michael Jackson. Ele mesmo falou sobre isso em seu Blog pessoal.

“A agência de investigação do governo federal continuou a sua investigação sobre Jackson em 1993, após a polícia de Los Angeles pedir ao FBI se ele estava interessado em trabalhar em um possível caso contra Jackson, por transportar um menor para fora do Estado para fins imorais. O pedido veio depois de um investigador LAPD viajoar para Manila, nas Filipinas, para falar com dois ex-funcionários de Jackson que disse ter visto o cantor acariciar os rapazes, o FBI ainda não aderiram ao inquérito, porque a Procuradoria dos EUA se recusou a se envolver, embora um agente do FBI acompanhou os funcionários da Califórnia na primeira entrevista”

Foco:

“o FBI ainda não aderiram ao inquérito, porque a Procuradoria dos EUA se recusou a se envolver..”

Consegue me acompanhar?

Atenção aqui:

O Departamento de Polícia de Santa Maria pediu para o FBI se envolver de novo, depois que Jackson foi preso por abuso infantil em 2004, acreditando que o processo judicial que se seguiu seria um “alvo fácil”, para os terroristas por causa da atenção mundial, e assim oo julgamento poderia atrair um suposto atentando. O FBI acabou por concluir que não houve ameaça iminente, embora tenha registado a presença no tribunal da Nação Frutos do Islã, força de segurança do Islã, e um membro desconhecido. Michael teve guarda-costas durante o julgamento foi absolvido do caso.

Vale lembrar que Michael, tinha um bom relacionamento com o Islã.

 “O Departamento de Polícia pediu para o FBI se envolver, acreditando que o processo seria um “alvo fácil” para os terroristas..”

WTF!

Ou seja: quando houve a acusação de abuso sexual infantil o FBI se recusou a envolver no caso, mas quando houve a ameaça de terrorismo, o FBI estava presente no Tribunal.

Onde estava o FBI?

 Protegendo o Tribunal de um possível ataque terrorista, e assim protegendo Michael Jackson…

 Pense!

As pessoas precisam entender que se existe uma acusação, a pessoa precisa responder independente se é culpada ou não.

“O FBI revista notas do caso das autoridades locais, no caso de abuso sexual, e analisou 16 computadores tomadas na casa de Jackson, mas os investigadores não acharam nada, o que levou um dos advogados de conduzir a defesa de Jackson, Thomas Mesereau, para dizer que os documentos do FBI fornecem mais provas de que Jackson não fez nada errado”

 
“Ele não era um criminoso, e ele não era um pedófilo”, Mesereau disse o AP. “

“O fato de tantas agências na investigação e não conseguiram encontrar nada, prova que ele era completamente inocente.”

FOCO aqui!

“..os documentos que o FBI fornecem, prova que  Jackson não fez nada errado”

Hmmmm…

Durante 2003 – 2004, Michael também tinha outro advogado que trabalhava nas investigações chamado Peter Lopez.

O advogado de Michael Jackson chamado Peter Lopez, supostamente cometeu suicídio em abril de 2010, e até hoje a esposa não entende porque ele faria isso.

Fuçando por ai achei uma entrevista de Peter Lopez em Agosto de 2009, onde ele fala sobre a “morte” de seu ex-cliente Michael Jackson:

Peter Lopez: “O mistério da morte de Michael será resolvido logo”

“As circunstâncias da morte misteriosa de Michael Jackson deve ser esclarecido em breve, disse seu ex- advogado ao Sky News. Peter Lopes espera que o relatório de toxicologia, possa ser lançado em um futuro próximo.

O relatório foi concluído,  mas não será publicada durante o inquérito policial que ainda está em curso.

Lopez disse à Sky News: “Devemos ouvir na próxima semana, acredito que a polícia de Los Angeles está fazendo uma investigação muito rigorosa”

“Foram sete semanas desde que Michael morreu, e disseram que os relatórios seriam divulgados em 5-6 semanas, além do que isso é uma indicação do profissionalismo da polícia de Los Angeles, fazendo aquilo que temos direito. “

Peter Lopez também sente que a morte de seu ex-cliente, poderia eventualmente ter sido evitada.

“Eu acho que é muito cedo para dizer, não temos todos os fatos, mas ele não deveria estar morto, isso é muito claro”

“Algo de mal terrivelmente aconteceu, e nós vamos descobrir sobre isso muito em breve.”

O advogado prestou homenagem aos detetives, que conduz a investigação da morte do Rei do Pop, dizendo que ele percebeu que eles estavam em uma situação muito difícil, e eles estão fazendo o “trabalho fantástico” para assegurar que “os resultados saem direito”.

O que se conclui com isso? Que o FBI está SIM trabalhando no caso da morte de Michael, e isso vai em contradição às afirmações da La Toya.

Obs: ele não era mais advogado do Michael, e por isso provavelmente não sabe de nada. O foco aqui é que ele foi até a TV, dizer que algo de muito ruim aconteceu com o Michael, e que ele iria descobrir isso.

Curiosamente 7 meses depois dessa entrevista,  Peter Lopez seria encontrado morto, com base em uma alegação de que teria cometido suicídio.

Francamente..

Esse cara tem qualquer tipo de sintoma, de alguém que iria cometer um suicídio?

Peter Lopez deixou uma esposa e dois filhos, o qual até hoje não sabem o que aconteceu.

Ele disse:

“Algo de mal terrivelmente aconteceu, e nós vamos descobrir..”

Então ele morre, antes de terminar as investigações.

O que você acha que aconteceu?

#reflita

O pai de Evan Chandler também foi encontrado morto em novembro de 2009, e também teria cometido suicídio como Peter Lopez.

Talvez…queima de arquivo?

É nessa hora que chamo você, e te pergunto seriamente falando:

– O que você acha que Michael Jackson fez, perante as ameaças de morte?

Ficou sentado, esperando o trem passar?

– O que você como fã, gostaria que ele fizesse?

O que é mais irrelevante: esses documentos do FBI, ou as provas imaginárias de La Toya?

Lembre-se: estamos falando de documentos do FBI!

Percebeu algo comum entre essas mortes, e a suposta morte de Michael?

Vou te ajudar..

Eles supostamente cometeram suicídio, assim como Michael que também teria se matado.

Agora me deixa falar algo que também é sério.

Já disse que a escolha desses jurados para o Julgamento de Murray, é totalmente errado e absurdo. Expliquei aqui como é o procedimento correto para a escolha do Júri, de acordo com a Lei Americana.  Sendo assim amados, isso é um detalhe que poderá no futuro fazer toda a diferença.

Por que?

Para começar é errado, mas por que eles estão fazendo isso?

Onde esses jurados se cadastraram? Como eles conseguiram chegar até lá?

Qualquer fã do Michael gostaria de ser jurado, mas por que poucas pessoas se ofereceram?

Por que eles não seguiram o método correto para a escolha do jurado?

Seria por que eles precisam MANIPULAR quem será esses jurados? #reflita

Por que? Bem, atores é o que mais temos aqui.

Você concorda comigo que seguindo o procedimento correto da escolha do Jurado, e colocando um cidadão comum (como deveria ser), eles teriam que ter um JULGAMENTO DE VERDADE?

Por que tudo em relação ao Murray é diferente?

Alguma dúvida de que o FBI está SIM trabalhando?

Ou você reflete sobre isso, ou você acompanha a La Toya.

Me avise quando começar a levar as coisas mais a sério..

Michael is alive! smilie dit un gros secret à son pote smilie dit un gros secret à son pote    

Anúncios
h1

Tommy Mottola, Máfia Gambinos, e ameaças de morte ao Michael..

30 de dezembro de 2010

Hoje eu vou pedir uma atenção mais do que especial para você, porque o assunto é mais do que delicado e complexo. Quero antes de mais nada, deixar bem claro que tudo que postarei foi retirado de sites confiáveis, e nada é fruto da minha imaginação.

Site inclusive do FBI!

E  antes de mais nada, quero dizer também que nada aqui é “Lenda Urbana”. Estamos falando de coisas REAIS, CONCRETAS, e acima de tudo: estamos falando de arquivos do FBI!

Eu sei que o post é longo, e sei também que a maioria não irá ter a vontade de ler até o fim.

Porém, se você realmente quer começar a entender os perigos que rondavam a vida do Michael, eu aconselho a ler T.U.D.O até o fim.

Procurei deixar a leitura mais simples possível, e por isso demorei para postar sobre isso. Aliás, eu estava esperando o momento certo para falar disso aqui. Logo mais, te direi porque AGORA é o momento certo. Sei que os leitores do Blog são variados conforme idade, sexo e região. Por essa razão, é preciso ter cautela. Se é que vocês me entendem..

Vamos para o assunto?

Não é novidade para ninguém, que Michael sofria ameaça de morte, e que isso teria sido a causa fundamental para ele ter forjado a morte. O que poucas pessoas sabem, é QUEM seria um dos principais autores dessas inúmeras ameaças,  e principalmente: a investigação que está ocorrendo NESTE EXATO MOMENTO sobre isso.

Essas ameaças de morte sempre foram ocultadas até o Michael morrer, e depois de sua morte se tornou um arquivo retirado da gaveta pelo FBI.

Por favor, esqueçam as Lendas Urbanas que sobrevoam essa “morte”.

Pontos importantes:

– Teoricamente Michael está morto

– Por que esses arquivos foram tirados da gaveta do FBI? Eles não deveriam estar arquivados depois de tanto tempo, e devido ao fato de Michael ter TEORICAMENTE morrido por um erro médico?

– E por que essa pessoa está sendo acusado de “matar” Michael, se ele morreu nas mãos do Murray? E principalmente: por que está investigação específica, não envolve Murray e está pessoa?

Seria porque eles simplesmente não tem nada a ver?

FOCO, FOCO, FOCO!!!

E presta atenção nos sinais!!!

Teddy Riley disse que Michael sabia que ia ser assassinado, e foi ele quem disse isso para a família.

No livro de Joe, ele diz claramente que os responsáveis pela morte do seu filho devem ser preso, e termina a frase dizendo: “Todos os responsáveis devem ser preso, com excessão de Murray”.

O pouco caso do FBI na investigação de Murray, nos denota CLARAMENTE que Murray é o bode expiatório disso tudo.

Por que o FBI não está investigando, quem está por trás disso?

Resposta: o FBI está investigando SIM, mas está indo para outra direção, que literalmente não inclui Murray.

A midia está falando sobre isso? NÃO!

Resposta: estamos falando de uma investigação SÉRIA!

Eu não sei, se todos já ouviram falar dos “Gambinos”, e a suposta ligação que eles teriam com Michael Jackson.

É importante deixar claro, que a Máfia Gambino supostamente têm elementos, que estão DIRETAMENTE ligados so Michael, e isso incluiu principalmente: o Tommy Mottola!


Gambinos ou Família Gambinos, formam uma máfia criminosa.

Eles são acusados de chantagem, lavagem de dinheiro, agiotagem, conspiração, tráfico de drogas e extorsão, jogos de casualidade, extorsão, violações de vertidos tóxicos sólidos, construção, corrupção e falsificação, roubo, sequestro e venda de mercadoria roubada, banco de dinheiro, assassinato, tráfico de drogas e roubo de veículos, tráfico sexual, tráfico sexual de menor, e tentativa de corrupção do júri.

Por favor, guardem BEMMM esses dois elementos: “tráfico sexual de menor, e tentativa de corrupção do júri”

Bem,

O nosso foco aqui, é FRANK PAUL GAMBINO!

[CONT..]

Frank Paul Gambin – Quem é ele:

A Rede Nacional e Coalização de Highlands, ou INC,  é uma corporação sem fins lucrativos cuja sede está localizada em Avon Park, na Flórida. Eles são liderados pelo reverendo Frank Paul Jones aka Frank Paul Gambino, entre outros nomes, que é o Presidente e Presidente do Conselho.  A organização foi criada em outubro de 2009.

Obs: criada LOGO APÓS a morte e Michael. Que doce coincidência!

[CONT..]

Algumas pessoas dizem que é um ocultista, porque Rev. Paul Frank Jones afirma ser o apóstolo Paulo do novo milênio na carne. Reverendo Jones, que é um ministro ordenado é considerado por muitos um ser um hipócrita, porque ele acredita que a Bíblia foi adulterada e não é santo em tudo.  No entanto, ele ensina que ele recebeu o Espírito Santo de Deus, e seus ensinamentos são de origem divina, e que ele é um verdadeiro ministro da verdadeira palavra de Deus.

Frank Paul Jones foi criado em um ambiente criminal. Como um bebê, ele alega que se lembrava de ter uma conversa com Deus.

Ele foi criado no território controlado pela Mafia em Long Island City, New York, em uma habitação popular hoje conhecido como o complexo de Projetos Queensbridge. Ele afirma que quando tinha 5 anos de idade, ele foi colocado sob hipnose pelo infame John J. Gotti (Teflon Don), de modo que pudesse ser posto sob controle da mente.  Como resultado destas idéias, foi diagnosticado pelo Governo Federal como Bi Polar, e agora se diz esquizofrênico. Após estas sessões, ele foi chamado pelo Paul Castellano,  para o grupo criminal  “Gambino Family”, diz ele. Ele alega ser o verdadeiro Paul Castellano.

Seu pai se encheu com o seu anti comportamentos sociais, e os seus maus caminhos.

Dentre as suas inscrições, ele nunca poderia funcionar adequadamente na sociedade, engajando-se em atividades criminosas, e nunca realizou um trabalho muito longo.

Quando ele entrou no hospital para obter ajuda com problemas pessoais, ele não conseguia se lembrar do dia anterior. Toda a sua memória estava em branco.

É quando ele assumiu o nome de Paul Frank Gambino. Ele alegou que ele era o Filho de Carlo Gambino ,e sucessor do crime da Família Gambino.

Frank Paul Gambino nasceu em 1959 em 04 de março, recebeu o nome de Paul Castellano pela Kingpin Mafia Carlo Gambino, o padrinho do crime de Gambino Family.  Ele acredita  ser filho biológico  de Carlo Gambino.

Little Paul Castellano, que era o nome após o Big Paul, nasceu genial, com vários dons mentais, que acabou por ser uma maldição sobre ele.  Sua vida inteira, foi uma viagem sob controle da máfia e do governo. Ele se lembra de  ser dado uma certidão de nascimento como um menino, o único nome de Jones, que era o sobrenome de sua mãe. Ele é considerado pela máfia, como o “Filho do Homem”.

Ao tempo que ele tinha 16 anos, fez mais de US $ 20 milhões para si próprio, além de não mencionar o ganho para a Família.  Ainda jovem, ele foi colocado sob hipnose por John Gotti Joseph, e por cerca de 40 anos, eles foram uma equipe inseparável.

[…]

Ganhou mais de US $ 20.milhões? Roubando e extorquindo as pessoas?

Ele se diz “doente mental”, mas é espertinho para ganhar dinheiro.

Ahãm…senta lá Cláudia.

Justificativa ótima, para justificar seus crimes. Hum, não fui eu!Hum, não fui eu!

E o engraçado é que ele mesmo assumo, que a Família Gambino é uma Máfia!

[CONT..]

Ameaça de morte para Michael Jackson:

Frank Paul Gambino foi condenado em 1993, por enviar uma “comunicação ameaçadora”, através de uma carta em 1992 para Michael Jackson, e então o presidente George Bush. Ele ameaçou  Michael Jackson e o  presidente George Bush. Um trecho dizia: “Eu decidi que já que ninguém está me levando a sério, e eu não posso lidar com o meu estado de espírito,  eu estou indo para Washington, DC para ameaçar e matar o presidente dos Estados Unidos, George Bush. Farei o mesmo pessoalmente com Michael (Jackson), se ele não me pagar o meu dinheiro”


Obcessão por Janet Jackson:

Frank Paul Gambino era obcecado por Janet Jackson, e diz que estava fazendo isso para chamar atenção dela. De acordo com uma matéria, Frank Paul Gambino disse em uma carta:

” Algumas das cartas foram escritas aos jornais.  Ele diz: “Eu tenho 33 anos, e nunca tive um relacionamento de verdade na minha vida. Eu não posso dançar tão lento.”

Em sua página ele mente ao dizer que seu pai “arranjou” seu casamento com Janet Jackson.

Casamento arranjando? Oi?

Confira:

“Seu pai arranjou um casamento para ele aos 16 anos de idade. Foi com Janet Jackson, a quem achava que ele ia morrer de qualquer maneira, por ter que fazer essa obrigação vinda da família.  Ele foi acusado de ser um fã obcecado por Janet, mas para ele foi sobre a honra, o respeito e o seu dinheiro, mas depois de muitos anos esse capítulo acabou. A relação foi a punição pura para Paulo, e ele desembarcou na Prisão Federal, e em vários hospitais psiquiátricos na Administração de Veteranos”

É sério, que alguém acreditou nessa História de casamento arranjado?

Para começar, se fosse arranjando, ele não teria ido parar em um hospital psiquiátrico.

Joe preparou um casamento arranjando para Janet Jackson, com o filho de um criminoso. #ava

[CONT..]

Como foi relatado acima, o cara tinha uma obcessão doentia por Janet Jackson. Ele possui um Blog, e depois das acusações ele passou a “ofender” Janet Jackson:

Frank Paul Gambino faz comentários ofensivos sobre o ex marido de Janet Jackson, mas que na época ainda era casada com ela:

“.. Jermaine pode ter dinheiro, entretanto, ele é um bêbado que fica na rua a noite toda, e sai com meninos. Portanto, a única coisa que Janet tem interesse nele é o dinheiro, e se ela vale US $ 150 milhões por que não recebe-lo?

E ele continua..

“Minha sobrinha disse que você é feia, eu disse que não, ela está apenas um pouco em cima da colina (deve estar falando acima de idade, do peso..) Tina Turner ela é bonita para sua idade.  Vocè é muito velha e gorda para dançar, e quase caiu no Grammy’s e não há nada de especial em sua voz..”

 
 Sobre os fãs de Janet em um show:

“…seus fãs são bêbados…”

 Sobre o casamento de Janet com Jermaine Dupri

“ Pelo menos, ele já sabe que ela não é casada com Michael, já é um bom começo”

“Eu sei, o que faz da vida, o amor tem a ver com seu recorde de vendas? Sua persuasão é todo o seu talento, canto, dança e beleza. Como a menina Janet acaba com um Jermaine Dupri, a menos que ela realmente não é sexual e tenha necessidades de proteção de homens de verdade, ou simplesmente estúpidos. Tudo o que não vai vender CD’s”

Obs: tudo isso está registrado nos arquivos do FBI, e as ameaças de morte existem SIM vinda desse homem. Assim como a existência dessa máfia, que também é veridica.

 

[CONT..]

Os arquivos sobre as ameças de morte ao Michael, foram relatas pelo site TMZ. Os arquivos foram divulgados pelo FBI.

Ou seja: TMZ mais uma vez, saindo na frente das demais emissoras.

Então eu te pergunto:

– Esses arquivos, não deveriam estar bem guardados?

Resposta: Sim, mas Michael precisa informar aos fãs, o que acontecia com ele, e porque ele teve que forjar a morte.

Acho que Michael está tentando explicar, e fazer os fãs entenderem as coisas.

Ele é uma pessoa pública, e precisa do apoio dos fãs.

Eu sempre disse isso..

Segue o print da notícia:


A pessoa que escreveu as cartas de ameaça, diz:

“Eu vou cometer assassinato em massa em um concerto de Michael Jackson, se necessário, em uma tentativa de assassinato ao Michael, então você terá que lidar com a minha situação aos olhos do público.”


“O homem foi preso em 22 maio de 1992,fora da Casa Branca. Ele foi lançado em 04 de junho de 1992, e um dia mais tarde, fez ameaças de morte ao Michael Jackson.”

MEU DEUS!

Isso é apenas a ponta do Iceberg, infelizmente!

[CONT..]

Família Malnik – Possíveis ligações com a Máfia.

Al Malnik seria o padrinho de Blanket.

Al Malnik está fazendo algumas declarações, sobre sua relação com Michael Jackson. Ele tem sido citado em várias publicações a respeito de sua “amizade” com Jackson, dizendo que ele é padrinho do filho mais novo do rei do pop, Blanket, além de  testamenteiro de sua propriedade.

Como? Ele disse que está no testamento do Michael?

Olha os sinais!!!

Em fotos tiradas de um mesmo partido, Jackson e seus filhos são, alegadamente, retratado com os filhos de amigos próximos de Al e Nancy Malnik.O milionário americano de 76 anos, têm trigêmeos cujo os nomes são Jarod, Spencer e Nathan, que agora tem 11 anos. Senhor Malnik é amigo de Michael há mais de dez anos, o cantor ficou com ele no auge dos escândalos de abuso infantil. Jackson é padrinho de Spencer, onde está presente nas fotos sentado na escadaria da mansão do Sr. Malnik de Miami com Paris.

A amizade começou se abalar, depois que Jackson começou a acreditar que Malnik tinha laços com a Máfia, e era um associado próximo de Meyer Lansky, o qual estava tentando disputar os direitos de Jackson, na metade do catálogo dos Beatles.

Olha o catálogo aiii!

Ele é a “chave” de tudo! PiscandoPiscando

A fonte desta informação é Gordon Novel, um personagem que fica intrigado com o assassinato de Kennedy, Watergate, e Waco.

Obs: por essa razão, é que Joe e Leonard falam da morte de Kennedy no Livro???

Prestem atenção!!!

[CONT..]

Novel trabalhou na administração de Lyndon Johnson, e passou anos trabalhando como um investigador para E.U. ex-procurador geral da Ramsey Clark. Vanity Fair’s Maureen Orth relatou primeiro que havia se encontrado com Jackson em 2005, em uma tentativa de obter o pesquisador para encontrar a prova de que Malnik era parte de uma conspiração.

“Segundo Novel, Jackson disse que foi atraído para a casa Malnik, em Miami Beach pelo diretor de cinema Brett Ratner, para ver uma casa tão bonita que faria dele catatônico”, escreveu Orth. “Ele disse que uma vez que ele estava lá,  Jackson afirmou que Malnick tinha laços com a Mafia, e que queria colocar os dedos nos negócios do cantor.

Jackson também disse que recebeu um telefonema de Tommy Mottola, enquanto ele estava lá, o que despertou sua suspeita. .. ”

Entrei em contato com Novel no final de semana, e ele confirmou em uma reunião com Jackson em Neverland Valley, durante o tempo do julgamento de 2005. Ele me disse que ele foi originalmente contatado por Jermaine Jackson, e que a família queria Novel para reunir as provas da ligação entre Malnik e Mottola, e após encontrar evidências de que Mottola estava por trás da acusação de abuso sexual infantil penal contra Michael Jackson. O objetivo final era fazer explodir o julgamento fora da água, assim Jackson não teria que enfrentar a pena de prisão.

Novel disse que ele voou em março de 2005, cerca de um mês do julgamento de Jackson, de sua casa em Nova Orleans para a casa de Los Angeles, para a propriedade dos pais de Jackson. Ele disse que os dois se reuniram, em um bangalô da fazenda em um caminhão velho.

“A coisa toda era centrada na definição de Tommy Mottola. “Mottola e ele estavam em desacordo, e as informações de Jackson era que Mottola e Malnik se uniram para acabar com ele. Ele disse acreditar que Malnik estava representando a Máfia”.

Ele disse que Jackson tinha aversão especial para Malnik, porque ele se sentiu traído por ele.
“Ele tinha dividido com Malnik”, disse Novel. “Ele nunca disse nada sobre Malnik ser executor de sua vontade. E com base em como Jackson estava chateado no momento, eu não acreditaria em uma aposta.” Quando perguntado se Michael estava na reunião, Novel não hesitou: “Ele estava com medo, muito, muito medo. Ele não queria ir para a cadeia, e acho que ele não seria muito bem tratado lá.”

Ele estava com medo, de que ele seria morto na prisão?
“Sim, você pode dizer isso”, disse Novel.

Mas ele também disse que o estado mental de Jackson estava “excelente”, e que a estrela pop foi lúcido e extremamente inteligente. Eu perguntei a Novel se ele acreditava, na teoria de Jackson sobre a conspiração contra ele. Ele disse que pensou que Jackson, não era culpado das acusações criminais.

Aquilo foi provavelmente criado, mas não tinha idéia se Mottola estava envolvido.
 

“Ele pensou que era Mottola e Mob-Malnik estavam ligados, e que estavam representando a máfia, disse Novel. “Eu não tenho nada contra Tommy Mottola, e não sei se o que Jackson pensava que era verdade ou não. Eu não quero entrar no lado ruim de Mottola. Minhas fontes em Nova York dizem que ele é um cara perigoso.”

Meu Deus!

O isso representa: que as acusações de pedofilia, teria sido criado por Tommy Mottola. Que inclusive tinha um interesse EXTREMO pelos catálogos dos Beatles.

Por essa razão que sempre bati na tecla, de que a Sony é uma coisa, e Mottola é outra! Ele foi praticamente retirado da Sony, depois da briga com Michael.

E vale lembrar, que hoje Mottola tem o seu próprio negócio. Ou seja: o catálogo seria um passo grande, para fazer seus negócios subirem!!!

Prestem atenção!

[CONT..]

AL MANIK, sucessor da Mágia de  MEYER LANSKY

“Malnik é um advogado que tinha laços estreitos com o mafioso Meyer Lansky, e ao mesmo tempo foi considerado por Lansky herdeiro aparente do seu cartél”.

Havia mais de um “herdeiro” do título vaunted Lansky, e Malnik foi – provavelmente um deles:

“Foi um fato conhecido, entre o submundo do crime que lidar com a Al Malnik, era o mesmo que lidar com Meyer Lansky”, disse Teresa Vicente.

Quem é ela? ” uma testemunha do governo criminosa condenada, e atualmente faz parte da  federal Witness Protection Program ” ( programa de proteção a testemunhas )

Amigos de Michael Jackson vão dizer,  que não havia nenhuma conexão entre Malnik e Lansky. Em “Forge” , um casino velho, em 1977, Epson Lansky S, Dick Schwartz, teria assassinado Teriaca Craig, o filho de uma figura Mob, após uma disputa sobre US $ 10. BTW,em uma festa para Richard Nixon no casino.

Fonte

Frank Dileo – Possíveis ligações com a Máfia

Frank Dileo era gerente de Michael Jackson..

1. Frank DiLeo era amigo de Joe Isgro. Jo Isgro foi conectada à família Gambino (Mob em NY)
2. Jo Isgro produziu várias  músicas de Latoya.
3. Jo Isgro é atualmente um membro do “crime de Los Angeles Famiy”
4. DiLeo foi contratado em 79 por Walter Yetnikoff
5. Yetnikoff foi um protagonista-chave do livro de 1990 Hit Men: detentores de poder e dinheiro rápido dentro da empresa musical, exposição Frederic Dannen marco dos negócios obscuros do American Music Business
6. Frank foi contratado em 1984  para THRILLER, após tomar sobre a carreira de Michael.
7. Produziu: Moonwalker, 3 comerciais da PEPSI, negociou os acordos com a Pepsi. 8 vídeos de música, e a turnê “Bad”.
8. Michael o demitiu em fevereiro de 1989, sem uma real explicação, mas foi recontratado 10 anos depois

Frank Michael DiLeo (nascido em 23 de outubro de 1947) é um executivo da indústria musical americana e ator, conhecido por seu papel de gângster Tuddy Cícero em Martin Scorsese’s Goodfellas, e ao mesmo tempo é  gerente de Michael Jackson.

DiLeo era também um amigo próximo do promotor de Joe Isgro:

“..uma das principais figuras do  grupo apelidado de “A Rede”, que foi acusado de ter laços estreitos com a Família Gambino”

Que ironia Frank Dileo, fazer o papel de um gângster!

Você ainda está ai?

Eu disse que tudo ia ser “forte” demais!

Consegue perceber, que a Família Gambino praticamente o cerca?

Michael completamente não tem em quem confiar.

“Michael Jackson  era odiado por líderes judeus, especificamente, a Liga Anti-Difamação, e tinha sido alvo de uma ADL que patrocinou campanha de difamação por  ele. Ele também era odiado pelo Italiano / mafioso judeu e magnata da música Tommy Mottola, ex-chefe da Sony. Mottola foi forçado a renunciar depois que Michael publicamente o chamou de racista “e” o diabo “, após isso Mottola se  recusou a  promover álbuns de Michael.

Mottola e a Máfia supostamente recebe apoio do governo,  para conter o rock e a música pop.

[CONT..]

Michael contra o ADL

Michael começou em água quente com a ADL na década de 1990, sobre a letra de sua canção “They Don’t Care About Us”. As letras serão discutidos mais tarde, mas eles continham a seguinte linha: “Judia de mim, me processa, todo mundo faz isso / Me intromete, não é preto ou branco”.

Abraham Foxman (pai da ADL), não aceita muito bem essas letras, e Michael foi posteriormente alvo de ADL sob ordens de Foxman. Minha teoria é a de que ADL, usou Michel alvo em 1993, com uma falsa acusação de molestar crianças simplesmente porque Michael havia se tornado muito poderoso, e foi visto como um sonhador de sonhos. De alguma forma, Michael tornou-se aparentemente da consciência de quem patrocinou o escândalo, porque ele gravou “They Don’t Care About Us” para descarregar a sua ira, dois anos depois, em 1995.

Foxman contrariou ao se lamentar publicamente de que Michael era anti-semita, mas poucas pessoas além de judeus compraria isso. Então Foxman apertou os parafusos fazendo Tommy Mottola, não deixar que a Sonny promovesse álbuns de Michael. Em 2002, Michael combateu através de uma chamada pública, chamando Mottola de “racista” e “o diabo”. Dentro de alguns meses, Michael foi novamente acusado de abuso sexual infantil por outro rapaz. Em 2005, Michael foi inocentado de 18 acusações de abuso sexual infantil, e delitos conexos.

Michael críticou seus inimigos, que muitas vezes subestimavam ele por causa da acusação de abuso sexual infantil. Seus advogados o aconselharam a instalar-se na acusação de 1993, mas ele se recusou a assumir na segunda vez que foi acusado. Conseqüentemente, ele foi a julgamento e acabou absolvido, da acusação de 18 crimes de abuso e delitos conexos. Isso deve silenciar as pessoas razoáveis, mas certos segmentos do público norte-americano são um tanto hipnotizado pelos pontos de mídia eletrônica, que mantêm lembrando as pessoas sobre as acusações de abuso sexual de Michael, mas seletivamente omitindo a informação de absolvição.

Qualquer um que entende a mídia americana deve perceber, que qualquer homem pode ser facilmente retratado como uma molestador de criança, se a acusação é repetida várias vezes. O fato de que Michael era excêntrico, um pouco efeminado, e expressou abertamente amor pelas crianças, e  tornou mais fácil “criar” essa imagem ruim.

Um dos aspectos mais insólitos da morte de Michael, foi o silêncio incomum do presidente Barack Obama.  Normalmente, Obama é um político astuto, mas seu comportamento com a morte de Michael está perto de uma afronta à família Jackson,  e um bloco substancial de eleitores americanos Africano. No dia do memorial de Michael,  Obama estava viajando ao redor do mundo,  conversando com vários líderes mundiais sobre diversos temas. É quase como se ele estivesse tentando roubar o trovão de Michael, mas ninguém prestou atenção a Obama naquele dia. Pela primeira vez na sua Presidência, Obama foi completamente irrelevante. Um político esperto teria feito um ponto especial de comparecer à cerimônia, mas aparentemente os manipuladores de Obama têm ele em rédea curta. Mais uma vez, isso demonstra que muitos dos críticos de Obama, reivindicam ao dizer: que ele é alguém em um terno branco , apoiado pelos sionistas manipuladores.

Obs: o que eu disse acima?

Mottola e a Máfia supostamente recebe apoio do governo,  para conter o rock e a música pop.

Obama está aparentemente sob pressão da Casa Branca, pelo seu Chefe de Gabinete, Israel Rahm Emanuel, de não fazer uma declaração educada sobre Michael. Emanuel e sua laia Michael, estão claramente detestando a canção de um sonhador, ao cantar   “They Don’t Care About Us”.

Confira esse trecho interessante do Livro Rethinking Assassinato de John Lennon: Guerra do FBI no Rock Stars, onde o autor faz um capítulo inteiro sobre Michael Jackson. O livro é de 2009:

SurpresoSurpreso

“Abuso sexual ou de luta pelo poder?
Muitas pessoas ficam tão focadas nas fofocas sobre Michael Jackson,  que se esquecem ou intencionalmente ignoram o bem que ele fez para a humanidade ao longo dos anos. Ele literalmente alimentou os famintos, vestiu os pobres, deu condição de abrigo para os desabrigados, e contribuiu com uma fortuna para ajudar milhões de pessoas com necessidade ao redor do mundo. Sua base de fãs era tão grande quanto os Beatles e Elvis Presley, os dois maiores nomes da história do show business.

Alguém poderia perguntar: Por que ir atrás de Michael Jackson? A melhor resposta que já leu ou ouviu, veio de Geraldine Hughes, autor do Redenção: The Truth Behind the Alegações Michael Jackson molestamento infantil. No livro ela diz:

Algumas pessoas da raça negra alegam que existe uma conspiração para derrubar astros negros. Embora eu não descarte essa afirmação completamente, eu acredito que existe uma força demoníaca sobre esta terra que tenta igualmente destruir, qualquer combate a esta mesma causa e fazer a ponte da humanidade, e promover a paz mundial entre as raças, ou a igualdade para toda a humanidade

“Matar o mensageiro é ainda uma tática popular, usado repetidamente pelo governante mal deste universo, mais conhecido como Satanás bíblico”

Uma das maiores mentes criminosas no mundo da música, é o ex-presidente da Sony Music Entertainment, Tommy Mottola.

Para o registro, Mottola converteu ao judaísmo ao se casar com sua primeira esposa, Lisa Clark. Michael surpreendeu Sharpton e outros chamando Mottola de “quer dizer … um racista … muito diabólico.” Jackson estava chateado com Mottola para não promover o seu álbum de retorno, Invincible. Aparentemente, as críticas de Jackson teve um impacto. Seis meses depois, em janeiro de 2003, Mottola renunciou em desgraça como presidente da Sony. Ele foi substituído por Andrew Lack.

Conseguem perceber, que o problema é com MOTTOLA?

Atenção nos sinais!

[CONT..]

Um mês depois, Michael estava no meio de uma tempestade de fogo após a exibição de um documentário da televisão notório, Living with Michael Jackson, Que publicamente acusou Michael de molestar um garoto de 13 anos, sobrevivente do câncer.O programa contou com o jornalista britânico Martin Bashir, que entrevistou Michael durante um período de oito meses.

Ninguém parece ter notado a proximidade de tempo entre a aposentadoria aparente de Mottola, a forçada causa da condenação pública de Michael, e a exibição do polêmico documentário de Bashir, que acusava Michael de abuso sexual infantil.

O documentário em si foi sugerido por Israel Jackson, amigo judeu de Uri Geller.

Mottola, Mottola, Mottola. Ele literalmente usou seus poderes, para traçar um plano para destruir o Michael.

American Press = Crime Organizado

No final, foi realmente a imprensa americana que prejudicar a imagem de Michael Jackson, não os tribunais. O juiz que presidiu o julgamento, Rodney Melville, foi um auto-proclamado alcoólatra em recuperação. Embora todos nós devemos mostrar compaixão para pessoas com problemas de abuso de substâncias, gostaria de questionar a justiça da atribuição de um juiz como alcoólatra em recuperação, em um teste envolvendo a moralidade de um ícone do pop como Michael Jackson.Graças a Deus, Michael foi absolvido de todos os aspectos relacionados com abuso sexual infantil.

O juiz Melville admitiu ser um ex-alcoólatra em “Faces of Addiction,” no ano de 2000,  uma série de televisão pública de educação para Condado de Santa Barbara. O programa foi co-patrocinada pelo condado Departamento de Educação, e Conselho de Alcoolismo e Abuso de Drogas. O bom é que o juiz Melville supostamente superou sua dependência do álcool, e ele deve ser aplaudido por isso. Mas por que era um bêbado ex autorizadas, consegue uma posição de autoridade tão poderosa, como de um um juiz? Certamente ele deve ter feito algumas coisas constrangedoras, em sua vida anterior como um bêbado.

O que não iria fazê-lo vulnerável, a chantagem por parte de magnatas da música como Tommy Mottola?

A seleção desse juiz  sugere um alto grau de corrupção, apesar da absolvição completa de Michael, que foi o alvo constante dos meios de comunicação que evoca as palavras molester crianças, no inconsciente coletivo do público quando as pessoas ouvem o nome Michael Jackson. Nesse sentido, a absolvição de Michael não significou nada. O dano à sua carreira, só denota o que parece extorsão grave, dentro da indústria da música americana,  para corromper a sua imagem.

PARA TUDO!

O que eu disse acima no começo do post? Eu disse claramente quais são as acusações que envolvem os Gambinos, e pedi sua atenção para dois elementos: “tráfico sexual de menor, e tentativa de corrupção do júri”

Está me acompanhando?

Mottola supostamente faria parte dessa máfia, e seria o responsável pela arquitetura do plano, para acusar Michael de abuso sexual infantil!!!

AssustadoAssustado

E isso inclui, colocar um Juiz completamente alcoólatra, e corrupto!

Meu deus, precisamos rezar pelo Michael.

É incrível como as coisas se encaixam..

[CONT..]

Desonrado, o música magnata Joe Isgro disse certa vez: “Você fala sobre o crime organizado neste país, deixe-me dizer-lhe que o crime organizado neste país são merda. Está imprensa é uma merda!”

Embora o Sr. Isgro representa praticamente tudo o que eu detesto, eu não poderia concordar mais com a visão da imprensa americana. Claro que o Sr. Isgro só fez essa declaração porque a mídia se voltou contra ele, e ele aparentemente era um mafioso, segundo Fredric Dannen. Mas ele  provavelmente confundiu a definição de crime organizado, porque era e é tão difundido. Eu suspeito que, no seu coração, o Sr. Isgro realmente acredita que ele não é um mafioso, principalmente por causa de suas ligações estreitas com os militares dos E.UA. Sr. Isgro provavelmente pensa que os mafiosos como caras de durões, carregam sub-metralhadoras, e usa com freqüência. Nesse sentido, ele não poderia ser considerado um mafioso. Mas, se mantivermos a definição legal, de crime organizado ou extorsão é:

Crime Organizado: atividades criminosas que são coordenados e controlados através de um sindicato central. As pessoas envolvidas nestas atividades criminosas;  contam com um sindicato de criminosos, que confiam em suas atividades ilícitas de renda.

Extorsão: Um sistema de crime organizado tradicionalmente envolvendo a extorsão de dinheiro de empresas através da intimidação, violência ou outros métodos ilegais. Um padrão de atividades ilegais (como suborno, extorsão, fraude e assassinato), realizada como parte de uma empresa (como um sindicato do crime) que é de propriedade ou controladas por aqueles que exerçam a actividade ilegal.

Corrupção Organizada: A lei foi feita para ataque organizado com atividades criminosas, e preservar a integridade do mercado por investigar, controlar e punir as pessoas que participam ou conspiram para participar de extorsão.

Sindicato: Um grupo organizado para um fim comum. Uma associação constituída para promover um interesse comum, realizar uma transação comercial particular, ou (em um sentido negativo) das empresas do crime organizado.

(Black’s Law Dictionary)

Independentemente de como Joe Isgro escolhe o próprio rótulo, as descrições do Black’s Law Dictionary relacionadas ao crime organizado, certamente cabe relações ao Sr. Isgro e seus negócios na década de 1980, conforme descrito por Fredric Dannen em seu livro de 1990, Hit Men: Power Brokers e Fast Money Inside the Music Business. Segundo Dannen, Sr. Isgro operou uma rede de extorsão assistida por Fred DiSipio, que poderia facilmente ser descrito como uma empresa criminosa “envolvendo a extorsão de dinheiro de empresas” gravação “pela intimidação, violência ou outros métodos ilegais”, que é a definição de extorsão.

O mesmo vale para a mídia americana, especialmente os conglomerados de mídia eletrônica, que são, inquestionavelmente, um sindicato do crime organizado integralmente sancionado pelo governo dos E.U.A. Estas foram as forças que Michael Jackson foi contra, quando ele enfrentou acusações de abuso sexual infantil. Ele estava lutando uma batalha feroz com a mídia e a indústria da música, provavelmente as duas mais poderosas empresas criminosas na América até hoje. Referir a eles como o crime organizado, é dizer o minimo.

Irmã LaToya, e as conexões com a Máfia (MOB)

Em 1989, LaToya Jackson casou-se com seu empresário judeu, Jack Gordon. Fredric Dannen indicado em seu livro, Hit Men, disse que ICE Isgro Internacional, geriu LaToya durante esse período. Assim, presume-se, embora não confirmada, que o marido da LaToya e gerente trabalhou para Isgro Joe, o homem que era porteiro de ondas de rádio em toda a América de 1980, junto com seu parceiro, Fred DiSipio. Dannen escreveu que “Isgro fez amizade com Joseph Jackson, o pai severo do clã Jackson “. Dannen também escreveu que “Latoya Jackson tornou-se logo o cliente alto do gelo.”

No incidente de abuso sexual de 1993, LaToya fez declarações públicas que Michael poderia ser culpado. Mais tarde, ela voltou atrás após a separação de Gordon, alegando que seu ex-marido tinha feito uma lavagem cerebral nela. Embora muitos tenham escrito LaToya como um floco, tenho estudado a situação dela, e eu acredito que ela esteja dizendo a verdade. Jack Gordon foi uma figura extremamente sinistra, e suas ações indicam que ele tinha segundas intenções. Ele estava ali para destruir Michael Jackson. Sim, eu acredito que o falecido marido de LaToya fez uma lavagem cerebral nela. Mas por outro lado, ela permitiu que isso acontecesse.

O que levou à liquidação de 1993, com o Dr. Chandler?
Você pode estar se perguntando, com todas as evidências apontando para o Dr. Chandler como um chantagista, por que Michael resolveu isso com dinheiro? Posso resumir em quatro palavras: muito mau aconselhamento jurídico. Michael foi aconselhado a estabelecer isso com Chandler,  para fazer seus problemas desaparecerem. Conselho que podia ser bom, se o acordo envolvia uma visão de mil dólares, mas nós fomos levados a crer que Michael pagou até US $ 20 milhões. Além disso, creio que as pessoas que deram este mau conselho, provavelmente trabalhavam para os seus inimigos dentro da indústria fonográfica.

Primeiro advogado de Michael era Bertram Fields, que trabalhou com um investigador privado e agressivo, Anthony Pellicano. Pelo que tenho lido, estes dois homens encorajaram Michael para ir a julgamento, porque não acreditavam que o Dr. Chandler tinha um caso de mérito. Na verdade, Campos apresentou acusações de extorsão contra o Dr. Chandler e seu advogado, Barry Rothman. De acordo com Hughes, Chandler e Rothman levaram muito a sério as acusações, porque ambos contrataram oa advogados de defesa. Infelizmente, o Sr. Fields especializado em direito do entretenimento,  trouxe Howard Weitzman e dai o  processo penal começou a aquecer.

Este acabou por ser um grande erro, porque aparentemente Weitzman pressionou Michael para retirar as acusações de extorsão contra Chandler e Rothman. Como sugerido, Weitzman estava trabalhando para os inimigos de Michael, talvez para Joe Isgrosi, ou Tommy Mottola, ou  até para ambos.

Uma das grandes razões de Michael resolver isso, foi porque ele sabia que havia dois processos judiciais agendadas: um civil e um criminal. Basicamente, os cartões foram empilhadas contra Michael na arena jurídica, porque os procuradores Tom Sneddon e Gil Garcetti tinham manipulado o sistema para que o processo civil ocoresse primeiro, seguido por um julgamento criminal. Além disso, qualquer informação descoberta no processo civil, pode ser usada contra Michael Isso cheira a dupla incriminação e violação do direito de Michael, quinta alteração que deveria ter protegido ele,  a fazer declarações incriminatórias contra si mesmo.

É claro que o caso de Michael em 1993, envolveu a manipulação do sistema jurídico por promotores torto e, aparentemente, um juiz desonesto. Um bom advogado de defesa teria simplesmente prosseguido com o processo civil, e apelou este erro judiciário para um tribunal superior. Não há nenhuma evidência de que o advogado de Michael; Weitzman;  nunca fez tal tentativa, ou tinha planejado fazer. Michael ao pagar Dr. Chandle, estava praticamente garantido que os inimigos de Michael  retornariam em uma data futura, e foi exatamente isso que eles fizeram

Ou seja: devido  a esse “mau” conselho jurídico, hoje escutamos piadas como:

– Se ele não fosse culpado, ele não teria pago Chander.

Como a jornalista diz: talvez esse “conselho”, era fruto de seus inimigos.

Obs: Se lembram que Dr. Chandle teria supostamente, cometido suicídio após a morte do Michael?

Suicídio ou queima de arquivos?

Se realmente existe um plano para acabar com Michael, Dr. Chandle sabia da verdade.

E vale lembrar também, que o ex advogado do Michael, Peter Lopez, também morreu após a morte de Michael.

Afinal tais informações de ameaça e conspiração, estão sendo INVESTIGADAS somente agora pelo FBI. Na verdade, na minha opinião essas investigação é antiga. Por isso Michael forjou a morte, e o FBI está divulgado isso somente agora, enquanto  ele a forjava a morte, com a ajuda da polícia, claro.

[CONT..]

Sneddon, Sr. e Sr. Garcetti não encontraram nada para indiciar Michael Jackson, ele teria sido processado e julgado pelas acusações criminais. O único problema que causou a resolução, foi a de que as crianças sob a lei da Califórnia não pode ser obrigado a depor contra a sua vontade, mas a lei não permite às autoridades punir as vítimas de crimes sexuais que se negam a depor. A razão pela qual eles não poderiam indiciar, foi porque o menino de 13 anos era a sua única testemunha, e sem sua colaboração não tiveram nenhum caso.

MEU DEUS!

Ataques da ADL ao Michael:

Em 1995, Michael lançou um álbum chamado HISTORY que continha uma música chamada “They Don’t Care About Us”, o qual começou bastante controvérsia dentro da comunidade judaica. Abraham Foxman, diretor nacional da Liga Anti-Difamação (ADL), queixou-se sobre o alegado anti semita da música. Foxman citou a seguinte letra como particularmente ofensiva: “Judia de mim, me processa, todo mundo me..”.

Michael respondeu enviando uma carta para Foxman explicando que a mensagem da canção era mostrar o ódio do racismo, o anti-semitismo e estereótipos, e não para atacar os judeus. Foxman não aceitou a explicação de Michael, e insistiu  que a música, e um vídeo de acompanhamento, fosse retirado do mercado. No final, Michael alterou a letra e filmou duas versões diferentes do vídeo.

Segunda tentativa de DA Tom Sneddon destruir Michael

Em 2003, DA Tom Sneddon começou a assediar Michael novamente, solicitado pelo inflamatório documentário de Martin Bashir, Living With Michael Jackson. Mas se você fizer um estudo profundo, irá perceber claramente que não havia nenhuma causa provável para ir atrás de Jackson.

A equipe de Sneddon não produziu uma prova, de que chegou perto do requisito constitucional da dúvida razoável. Claramente, o acusador Gavin Arvizo estava mentindo. Ele mesmo disse, o reitor da escola de Los Angeles alta, Jeffrey Albert, em duas ocasiões, que o Michael não o tinha prejudicado de alguma forma. Este saiu no julgamento, e destruiu o caso de DA no início. Permitam-me fazer uma pergunta básica. Por que Michael foi submetido a tal provação, quando o DA não tinha nada para apresentar sobre o abuso? Havia muitos acontecimentos estranhos durante o julgamento de Michael,  e ninguém percebeu que o Sr. Sneddon estava usando seu poder para perseguir Michael.

Mas francamente, não parece totalmente plausível que Sneddon, estava meramente tentando acertar uma velha conta om Michael. Normalmente os DA não julgam sem provas. Por que uma celebridade como Michael submeteu a tal provação, sem nada para apresentar ao Estado sobre o abuso sexual? Estamos de volta à crença de Geraldine Hughes, de que Sneddon e outros estavam  trabalhando mando de uma “poderosa força demoníaca.”

Na minha opinião, o Sr. Sneddon provavelmente sabia desde cedo que Gavin Arviz,  havia dito ao diretor da sua escola (Jeffrey Albert), de que Michael não tinha prejudicado. o Sr. Sneddon provavelmente sabia que ele não tinha nenhum caso. Mas ganhar não era aparentemente objetivo primordial Sr. Sneddon. Ele queria mais do que colocar Michael atrás das grades.  Sneddon sabia que essa cobrança ao Michael sobre abuso de crianças, era mais danos a sua carreira. Esse era o objetivo principal de Sneddon. Uma condenação teria sido mo “molho” para a destruição da carreira de Michael.
 

O Hateful Jay Leno

Embora eu tenha pouco respeito pela mídia americana, como alguém que acompanhou julgamento de Michael em 2005, eu tenho que dar a imprensa uma passagem talvez marcar um B-geral, para seguir o dia-a-dia de cobertura do julgamento de Michael. O caso em si era obviamente destinado a força de Michael no centro das atenções de uma forma extremamente negativa, embora o Sr. Sneddon não tinha absolutamente nenhuma prova, nenhuma testemunha credível, nada. Foi tudo de fumaça e espelhos, com um bêbado que o ex-juiz (o honorável Rodney Melville). Ao contrário da mídia eletrônica, a imprensa em geral, emprega uma equipe de mais sofisticado jornalistas e, naturalmente, eles estão preocupados com a manutenção da credibilidade entre seus leitores. Como se tornou óbvio que Sneddon estava processando Michael sem provas, a imprensa foi obrigada a relatar o processo de forma precisa a contragosto. Os chacais Real Media, da minha observação, foram as áreas não-notícias dos pontos de mídia eletrônica, a Lenos Jay tarde da noite e outros apresentadores de talk show, e cães de fofocas de Hollywood. Mas Leno foi sem dúvida o mais implacável.

Só alguém tão demente como Jay Leno, poderia pensar que pedofilia são  piadas legais.

Na verdade, o advogado de defesa de Michael; Thomas Mesereau-Leno;  intimou como testemunha de defesa, para dizer sobre o telefone estranhou que recebeu do Arvizo. Foi amplamente noticiado que Arvizo pediu dinheiro para Leno, tanto que Leno chamou a polícia para dizer sobre  chamada de Arvizo, mas sob interrogatório durante o julgamento por Mesereau, Leno disse: “Eu não pedi dinheiro nenhum, nem eu enviei qualquer coisa.” Leno também indicou que ele não tinha contato com a polícia. Francamente, essa explicação não faz sentido. Por que a polícia não chamou ArviO? O garoto apresentou uma queixa contra Leno também?

“Muitas pessoas pensam que Michael pode ser suicida. Essa é a última teoria. Ontem à noite ele engoliu, uma garrafa inteira de Chewables Flintstone”. – Jay Leno

Algumas pessoas fazem qualquer coisa por um dólar.

ÚLTIMA VONTADE DE Michael Joseph Jackson:
 

Michael Joseph Jackson, um residente do Estado da Califórnia, declaro que este seja minha última vontade, e não decido revogar todos os testamentos e codicilos feito antes por mim.

Fitas onde Michael fala sobre as ameaças de morte:

Fitas de 2003 revelam que Michael confirma, o envolvimento de alguém próximo a ele com a máfia italiana.

TRÁGICAS gravações de Michael Jackson, em que ele implora por ajuda e teme por sua vida, foi sido revelado pelo The Sun. As fitas foram entregues à jornalista Daphne Barak E.U. depois que ela escreveu um livro sobre o vício da celebridade.

Muito estranho isso porque essas fitas já haviam sido divulgadas em julho/2009 mas não na íntegra, e o interessante é que essa Jornalista depois consegue acesso a fita completa, alegando que não pagou nada por elas.

Ms Barak disse ao The Sun, que tinha sido passada a ela por amigos, e que quis manter o anonimato, para ilustrar como a estrela parece estar sofrendo os efeitos de uma dependência de remédios, mais de seis anos antes de sua morte em junho passado.

Dependência de drogas?

Pelo amor!

Ele está implorando por ajuda,  diz que está sendo ameaçado, e isso é efeito de drogas?

O engraçado é que essa fita deveria estar nas mãos da polícia, e não nas mãos da midia.

Porémmm, vale lembrar que toda vez que Michael pronuncia o nome da pessoa que ameaça ele, a fita toca o *Piiiiiii, para não divulgar o nome. Isso acontece, porque tem uma investigação aqui.

Vale a pena lembrar sobre estas mensagens:

“É Michael chamando. É muito importante, eu quero que o 150 estejam em uma conta para mim, porque eu estou muito preocupado com minha vida. Estou ouvindo um monte de histórias que Piiiii* ainda está tentando sabotar de mim, e eu quero estar em um ambiente diferente e, hum, eu encontrei um lugar que eu gosto e agora eu quero me afastar por um tempo, onde eles não podem me encontrar. Então, por favor me ajude, me ajude. Nós somos irmãos “.

“É Michael, e são 4:30 da manhã aqui, é por isso que eu estou muito sono (risos). Eu estou muito desgastado, mas por favor verifique a mensagem que deixei um ou dois dias atrás. Eu estou muito preocupado. Eu não confio mais neste homem. Achamos que ele é ruim, nós pensamos que ele é da máfia italiana. Por favor , temos de ser mais esperto do que ele. Então, por favor, me ajude com isso. Eu preciso conseguir isso, os fundos para que eu possa fazer isso, eu quero estar longe. Eu não quero estar em Neverland agora. “

“Se você receber essa mensagem me ligue imediatamente em 805 *** ****. O que eu quero falar com você é muito secreto. Eu preciso de um banco alemão ou suíço”

Palavras-chaves: ameaças, ELE (sexo masculino), planos de fulga, banco no exterior, dinheiro, medo, máfia italiana, urgência”

Atenção!

Hum, não fui eu!Hum, não fui eu!Hum, não fui eu!

Abe Foxman – Abrahan Foxman

Nascido na Polônia, Foxman foi salvo do Holocausto por uma babá polonesa católica, que o batizou e levantou-o como seu filho durante vários anos. Ele finalmente se reuniu com seus pais depois de uma luta de custódia amarga, e a família se estabeleceu no Brooklyn em 1950. Foxman participou de City College e Universidade de Nova York, antes de se juntar a Lei Anti-Defamation League em 1965, ele foi nomeado diretor da organização duas décadas depois. Fundada em 1913 para combater os maus tratos dos judeus, a ADL tinha ganhado uma reputação por sua ampla defesa dos direitos civis durante os anos 1960 e 70. Foxman deslocou o mandato da organização, a reorientação da ADL sobre o combate ao anti-semitismo, a criação de bases de dados de odiar brancos e os grupos neo-nazis e, talvez mais notavelmente, seu treinamento de incêndio em figuras públicas a quem ele via como ofensivo ou insensível aos interesses judaicos . Ele perseguiu Michael Jackson (para a inclusão de letras de músicas anti-semitas em uma canção) e Jesse Jackson (Nova Iorque, para descrever como “Hymietown”) e repreendeu George W. Bush (depois que ele sugeriu que judeus não iam para o Céu).

Judeus na visão de Michael Jackson:

Michael  apelidou os judeus de sanguessugas, em uma chamada telefônica divulgada esta semana.

Embora o seu advogado, tenha defendido o cantor das acusações de anti-semitismo.

Datada de 2003, a chamada foi transmitida na estação televisiva norte-americana ABC, e já levou a comunidade judaica nos Estados Unidos, a exigir um pedido de desculpas oficial. Tudo porque, numa mensagem deixada no registro de chamadas da sua antiga assessora Dieter Wiesner, o cantor afirma: “Eles [judeus] sugam [as estrelas] como sanguessugas. Eles começam com a pessoa mais popular do mundo, fazem muito dinheiro, compram uma grande casa, carros e tudo e depois acabam na falência. É uma conspiração. Os judeus fazem isso de propósito”

Brian Oxman, advogado de Jackson, ele próprio judeu, insiste que nunca sofreu na pele comentários semelhantes: “Trabalho com a família Jackson há 15 anos, sou judeu e nunca presenciei um acto anti-semita por parte dele, ou da sua família”. O advogado concorda porém, que se trata da voz do cantor na mensagem telefônica.

Mottola – A Máfia Judaíca.

Tommy Mottola é o ex-CEO da Sony Music Entertainment. Em 2002, Michael Jackson falou sobre a Sony e Mottola, culpando-os para sabotar o sucesso de seu álbum “Invincible”, de deliberadamente não promovê-la. Michael foi ainda mais longe, e chamou Mottola de um “demônio” e “racista”. As consequências resultou em Mottola renunciar o seu cargo na Sony, por causa dos danos que Michael pode ter causado à reputação da empresa.

A história de Mottola foi colorida e variada, ele tem sido associada a cumplicidade do desaparecimento de cavalos de corrida, contribuindo para a queda de Walter Yetnikoff,  e os rumores de que seu pai pode estar envolvido com a máfia judaica .

Em junho de 1993, Tommy casou com o então cantora jovem Mariah Carey. No mesmo ano, ele começou a ter problemas de gestão com Michael Jackson, cuja E.U. vendas foram caindo constantemente, em parte devido às alegações de abuso sexual, bem divulgado a partir de Jordan Chandler. “Eu sabia que esse, era sempre o seu problema”, afirma um assessor de Mottola que ouviu Tommy dizer a Michael, quando este foi pedir um cheque de US $ 30 milhões, e uma declaração de apoio da Sony. “Mas é melhor você parar com essa m**da. Está ouvindo Michael? É melhor vc parar! “ Mottola nega ter dito qualquer coisa do tipo.

Atualmente, Mottola é casado com a cantora mexicana Thalía. Desde sua saída da Sony em janeiro de 2003, Mottola comprou os direitos da Casablanca Records, e tem construindo um novo entretenimento de branding, e gestão da empresa. Neste artigo que apareceu em uma edição de 1996 da revista Vanity Fair, Robert Sam Anson escreve sobre o menino de origem improvável do Bronx, sobre o início da indústria do entretenimento, e suas alegadas ligações à máfia.

As perguntas continuam chegando. Mesmo agora, com o Ahmets, Irvings, Dougs, Davids da indústria atesta seu personagem, Tommy e seus métodos são ainda a fonte de nervosismo. Ele disse que sua amizade com traficantes é mais do que passar, que ele emprega ameaças, bem como adulação, e que ele é mesmo um conhecedor sobre cavalos de corrida. (Tommy nega todos os três.)

Teorias sobre a escolha de Tommy,  para uma empresa corporativa abundam. Um dos mais populares alegam que tinha algo a ver, com a sua ampliação de círculo de amigos íntimos, que já incluiu Morris Levy (dono da maior rede de lojas de discos, e um associado de longa data da família mafiosa Genovese), bem como Padre Louis Gigante, um dos investigados que diz que ele introduziu Tommy ao seu irmão Vincent, mais conhecido como chefe da máfia “Vinnie do queixo.”

Tommy sempre fez o papel de bandido muito bem,  e é amplamente lembrado:

“Ele era capaz de fazer o que tinha que ser feito, mesmo que isso fosse algo desagradável”

Diz o publicitário Richard Gersh, que teve Tommy como um cliente, depois que o homem da música jovem mudou o nome da sua empresa de gestão de Don Tommy, para mais decoroso de Campeão Entertainment. “Se houvesse pessoas que Tommy tivesse de se livrar, ele o faria sem pensar duas vezes. Ele apenas dizia, ‘Nós estamos fazendo uma mudança. Você está fora. “Imediatamente, eu tinha a sensação de que esse cara, ia ser muito bem sucedido na indústria do entretenimento. Nem que fosse necessário injustiças, a quem quer que seja”

bouche pendante bouche pendante

Dileo e Randy Philips: mentiras e contradições

Michael  queria fazer 10 espetáculos, e não 50:

Randy Phillips, disse em 13 de março: “Ele me chamava o tempo todo, falamos Quarta à tarde (11 de março) e ele disse (zombando voz MJ)” RANDY RANDY NÃO QUERO MAIS SHOWS, não dá mais “. AEG adicionou mais 20 shows depois disso!! Randy diz que Michael, quando ouvi que ele tinha que fazer 50 shows, começou a chorar. Randy diz que se perguntou, qual foi o verdadeiro motivo pelo qual Michael estivava chorando. Foi por que Dileo eTHOME, estavam trabalhando juntos? Thome estavam colocando um círculo em torno do Michael. As assinatura de MJ, o roubo das fitas de segurança, tomada de decisões, etc

Discovery Channel:

A emissora fez um documentário sobre as “Máfias”, e relatou sobre a origem de cada uma. E o mais incrível disso tudo, é quando ele falam Máfia mais conhecida do mundo!

Acompanhem comigo:

O canal Discovery Civilization fez um especial sobre gangsters e mafiosos. Em 2007, o FBI descobriu um esconderijo de uma família mafiosa. E entre vários documentos encontrados, acharam um bastante interessante:

Os 10 mandamentos da máfia.

Todo mafioso que faz o juramento e entra na “família” ,tem que se comprometer a cumprir com as ordens do chefe,  e sua vida é toda dedicada ao crime ( ganhar a maior quantidade de $$$$$ possível para a “família”, não para si).

O documentário fala também sobre a tradição da máfia na Itália e as famílias mafiosas mais famosas.

E o que isso tem a ver com MJ?

Uma das famílias mais famosas da Máfia é a Gambino, e também o AL Manik ( ex amigo do MJ), que segundo notícias foi o sucessor de Meyer Lansky ( um dos papas do crime organizado). O documentário mostra a origem dos grandes mafiosos, e mostra o perfil de um dos chefes na década de 90 da família Gambino, o Jonh Gotti.

Uma das coisas mais surpreendentes do documentário é que na década de 80, você tinha que ser descendente do mafioso para entrar no crime, ou ser de confiança, mas para ampliarem o mercado do crime, muitos “de fora” acabavam entrando nas “famílias” para que o lucro fosse cada vez maior.

Foi através disso, que o FBI se “infiltrou” no mundo da máfia e conseguiu prender muitos desses gangsters.

Mas para entrar nas “famílias”,o homem precisaria fazer um pacto e ser aceito pelos chefes das principais famílias mafiosas.

Muitos ex- mafiosos que dão depoimentos, disseram que quando se entra pra máfia não tem volta. Se vc deslizar, está morto. Então esses ex-gangsters que depoem no documentário, foram presos e conseguiram a Liberdade através do SERVIÇO DE PROTEÇÃO A TESTEMUNHA

Esses ex-mafiosos denunciaram os membros, e chefes de várias famílias mafiosas e o FBI OS DEFENDIA.

Eles OBTERAM UMA NOVA IDENTIDADE E MUDARAM DE MORADIA. Tudo isso porque contribuíram para o FBI prender esses criminosos.

Obs: Michael nos créditos do DVD “Ones”, agradece Malnik, o padrinho de Blanket, e suposto integrande da Máfia.

Michael foi enganado? Temos uma grande conspiração aqui? É dessa conspiração, que Joe fala em seu livro?

InseguroInseguro

[CONT..]

Arquivos do FBI, e as ameças de morte para o Michael:

Arquivo número: 9a-LA-142276

Na própria página diz que o FBI, prendeu o cara que estava ameaçando Michael Jackson.

O crime organizado / Show Biz / Família Jackson e o Catálogo dos Beatles

Em 1995 MJ fundiu ATV, que possuía cerca de 4.000 músicas, incluindo ” companhia Northern Songs “, que foi iniciada pelos Beatles, e teve cerca de 250 das suas canções , Michael comprou ATV por 48 milhões de euros em 1985 com a Sony. Ele é dono de metade do catálogo ATV. Estima-se que vale mais de 1 bilhão de dólares,  e aumenta substancialmente seu valor todos os anos. Ele inclui cerca de 250 músicas dos Beatles , assim como canções de Elvis, Bob Dylan , Joni Mitchell , Stevie Nicks , Mariah Carey , Neil Diamond , Little Richard , The Pointer Sisters , entre outros.

Como qualquer um que esteja familiarizado com o negócio da música, e do negócio do entretenimento em geral, sabe que é permeada pelo crime organizado. A corporação de entretenimento mais poderoso na maior parte do século 20 foi MCA (Music Corporation of America ), que possuía fotos Univeral Studio. Também é ilegalmente controlado todos os filmes e entretenimento, através da máfia ilegal exclusiva executada no controle, sobre a reserva de talentos empresariais. MCA foi iniciada por uma máfia ligada a um cara de Chicago, e foi  essencialmente de propriedade do Mafioso de Cleveland, Meyer Lansky , etc , através das suas frentes nos negócios Jules Stein e Lew Wasserman.

Desde então, ACM passou por vários proprietários ligados ao crime organizado, incluindo Matsushita, Vivendi, Seagrams , e fundiu-se com inúmeras outras empresas como a NBC Universal.

O ponto é que o negócio da música e entretenimento com o crime, tem sido controlada por um longo tempo. Uma coisa que eles fazem às celebridades é extorquir -los. Eles pedem dinheiro , pagando empregos para não fazer nada, fazer alguns filmes em demanda , etc. Se você não ir junto com eles , no passado,no presente e no futuro, você pode não ter registros, você poderá ser espancado. Depois eles vão tentar arruinar sua carreira, e depois tentar um assassinato. A advogada que tem sido a força motriz nos casos de abuso sexual , Barry Rothman é mencionada nos livros sobre a ligação da máfia como um advogado da MCA .Em um deles há uma entrevista com um mafioso.

Ele fala sobre seu trabalho, que era para extorquir dinheiro das celebridades , incluindo Dionne Warwick e Michael Jackson.

Disse que Michael não queria pagar, não muito tempo depois começou o caso de abuso infantil, por um rapaz que devia os montes de dinheiro pra mafiosos com dívidas de jogo (Evan Chandler), e com o auxílio de um ex- advogado da MCA.

Conseguem me acompanhar?

TUDO ARMADO, PARA EXORQUIR O MICHAEL!

Por isso, ele pagou o dinheiro para Evan Chandler.

Em algum momento, eu disse que era brincadeira? ChorandoChorando

[CONT..]

Isso é sério!

Isso é um artigo Entertainmet Weekly, onde Mariah Carey fala sobre Tommy Mottola, seu ex-marido:

Mariah Carey escolhe suas palavras com cuidado, pois ela está propensa a não falar. Sobre o tema do seu casamento , o indireto é compreensível à luz da atenção . O artigo, cheia de recusas do magnata do registro, pintou como um obsessivo, controlando a Mafia a que tinha transformado a Cinderela em Rapunzel dentro de sua mansão.

“Deca Records e a Juke -Box, uniram -se em 1934, esse é o verdadeiro ponto de partida , mas o principal foi quando Frank Sinatra e seus “amigos “, começaram a Reprise Records, em 1960, se tornando parte da Waner Music . ” The Boys ” , na Flórida e em Nova York.  E a “MCA”, se tornou a MCA Universal . Essa história não pode ser escondida , por causa do Moe Dalitz , Melvin Belli e Meyer Lansky ( MÁFIA INDÚSTRIA MUSICAL ). Todos desempenham um papel na história da família de Jackson dentro da máfia. Warner Chappell Music / divisão que gerencia o catálogo MiJac para a Família Jackson .

Toda a família foi vítima?

Catálogo dos Beatles

História de Michael Jackson. Linda Deutsch, repórter-chefe legal, da agência de notícias da Associated Press:

“Em 2002, Jackson lançou uma briga pública com então chefe da Sony Music, Tommy Mottola. Jackson, estava com as vendas baixas e alegava falta de promoção do álbum “Invincible”, acusando Mottola de ser racista, dizendo que estava “quer dizer, ele é um racista, e ele é muito, muito diabólico. Os executivos falaram em defesa  de Mottola e Sony, e chamaram suas “declarações de ridículas maldosa e danosa”.

Do The New York Times: Tim Arango e Ben Sisário, 26 de Junho de 2009:

Vida de Jackson nos negócios, como a sua vida pública era uma massa de contradições desconcertantes. Ao contrário de muitos artistas, ele era um negociador afiado e investidor perspicaz – em 1985, ele tirou uma dos grandes negócios na história da indústria musical quando ele comprou os direitos de publicação para o Beatles catálogo em $ 47.5 million dollar.

Hoje é parte de uma coleção de canções vale mais de US $ 1 bilhão, e de propriedade, em parceria com a Sony.

Dan Harris da ABC, em Junho de 2009:

“O investimento de Michael Jackson no Beatles ‘ catálogo foi um dos golpes mais brilhantes em toda a história da música “, Sisario disse à ABC News. “A história diz que um dia na casa de Paul McCartney foram jantar e Paul mencionou casualmente que a maneira de fazer dinheiro no negócio da música é através da publicação “, repórter do New York Times música Ben Sisario disse à ABC News. “Michael teve coração”.

Assim, sempre que querem jogar no mundo uma canção dos Beatles em uma estação de rádio, tem que pagar para o Sr. Michael Jackson. Uma situação totalmente intolerável para a máfia global.

Herança Judáica na Indústria do Entretenimento:

Os judeus são muito atraídos para uma exploração empresarial, da cena cultural e Black music/ jazz.

Como observa Burton Peretti:

“Além dos perigos da multidão ( organização do crime ) , a exploração enfrentada pelos músicos de jazz era bastante típico para esta época ( anos 1930 e 1940 ). Jazz , como menestréis , antes disso, veio sob o controle de promotores de profissionais que buscaram para tornar rentável a música. (Eles adaptaram), a técnica da publicidade, música e uniram alguns promotores , como Joe Glaser ( Louis Armstrong , que conseguiu nos anos trinta ) eram sócios do crime organizado, que deixaram o submundo quando a proibição foi revogada . Glaser , aparentemente, tinha supervisionado lucros de Al Capone no Café Sunset e uma rede de prostituição , antes que ele se tornou gerente de Armstrong em 1935. Muitos promotores mais , no entanto, eram veteranos de Tin Pan Alley , a indústria de Manhattan publicação da canção , incluindo Irving Mills , um ex-vocalista e compositor que conseguiu Duke Ellington e outras bandas de black dos anos trinta.

” vaudevillians judias na virada do século, popularizou o que é agora um pouco discutido e mal desempenhado no local , conhecido como ” coon gritando “. Tentando entrar no negócio do entretenimento , estética [ empresários Tin Pan Alley ” ] foram circunscritos em um ambiente com veemência antiblack, e xenófobas. Com música e capas ilustradas, proliferaram imagens difamatórias dos negros codificados canções caluniosas . Por exemplo, a palavra ‘ N ‘ e inferências associadas foram expedidos em palavras como ” mamãe , menino de mel ‘, ‘pickinniny , chocolate ‘ , melancia ‘, ‘ gambá, coon “e os mais prevalentes . [ Especialmente conhecido judeu chamadores ” coon “incluiu Sophie Tucker, Stella Mayhew , Fanny Brice , Anna Held, Eddie Cantor, e Al Jolson.

Glaser corria o Associated Booking Corporation, muitas vezes, ” o agente exclusivo para muitos dos artistas top preto. Ele se tornou um colaborador próximo, de muitas das principais figuras do submundo de Chicago e Nova York, a quem ele conheceu através de sua agência de reserva de banda “. MOLDEA [ , p. 14] Glaser foi um parceiro no início da empresa , com eventual chefe MCA Jules Stein. Em 1962, a máfia ligada ao advogado Sidney Korshak , também judeu , assumiu o controle da empresa ABC. McDougal , [ p. 141] Mills e Paddy Harmon , o dono de Dreamland Chicago ‘s Cafe “, procurou e ganhou fama espúria, como Mills teve parciais de crédito para muitas composições Ellington e Harmon patenteado e deu seu nome a uma trombeta mudo que tinha sido muito popular entre Joe Oliver e outros jogadores negros “. Peretti [ , p. 148]

O rip-off de artistas negros era uma norma para a época. Como Al Silverman observa no caso de Fats Waller :

“Em seu tempo Fats escreveu as melodias de mais de 360 canções. Não é que muitos levam o seu nome , hoje, infelizmente, porque quando o dinheiro era necessário que ele escrever a música, e vender todos os direitos de personagens sem escrúpulos deTin Pan Alley “. SILVERMAN [ , p. 129-130 ]

“Essa prática do show business faz partes de corte. Em 1920 e 1930  observa o diretor da Apollo do Harlem ‘s Night Amadores, Ralph Cooper, “já existia no direito através dos anos cinqüenta e sessenta”. Sua amargura ainda existe, entre muitos artistas do presente dia – a amargura do roubo de suas músicas , seu som , seu talento. ” COOPER , [ p. 199]

A comunidade judaica , é claro, não está confortável com esta história. Como judeu autor Neal Karlen descreve uma representação, Africano-Americano da hustler música judaica :

“No melhor filme de 1990 Mo ‘ Blues, de Spike Lee criado um retrato incrivelmente astuta se anti- semita do Moe Flatbush ficcionais , a intenção do proprietário judeu avarento clube na burla jazzmen preto. A fuinha , iídiche , jorrando Moe , interpretado por John Turturro , Foi aparentemente retirada diretamente das páginas da arenga anti- semita Os Protocolos dos Zions “. KARLEN [ , N., 1994, p. 145]

A exploração do produtor -agente judaico de artistas negros no ritmo era rápido e blues dos anos 1940 e 1950 (e posteriormente ), era predominante e generalizada, consolidando uma hostilidade Black , entre muitos judeus a seus controladores financeiros para os dias atuais. Os empresários seguinte judeus estavam entre aqueles que fundaram as gravadoras , principalmente com o talento Black : Herman Lubinsky ( Savoy Records) , a família Braun (Deluxe Records) , Hy Siegal , Sam Schneider e Ike Berman ( Apollo Records) , Saul , Joe, e Jules Bihari (Modern Records) ; Art Rupe ( Specialty Records – seu maiores sucessos foram as de Little Richard ); Lev, Edward, e Ida Messner ( Philo / Aladdin Records) ; Al Prata e Fred Mendelsohn (Herald / Ember Records) ; Paulo Lilian e Rainer ( preto e branco Records) , Sam e Hy Weiss (Old Towne Records ; Sol Rabinowitz ( Baton Records – Rabinowitz se tornou vice-presidente da CBS Internacional ) e Danny Kessler (chefe de OKeh Records , uma “sucursal” barato da Columbia Records). Nathan Sydney controlava tanto o Rei e gravadoras Federal e Florence Greenberg , quanto a propriedade da máfia de influência Scepter Records ( com a Shirelles e Dionne Warwick.

“Durante a década de 1960 , Warwick ganhou fama cantando [ judeus ] composições de Burt Bacharach- Hal David , como ” Walk on By “e” I Say A Little Prayer “. Em 1985 , ela teve um retorno breve com outra canção de Bacharach, ” That’s What Friends Are For “, cantada com Elton John, Stevie Wonder e Gladys Knight. “) [ CNN, 5-13-02 ] “Os analfabetos, “Hy Weiss de Olde Towne disse uma vez sobre seus artistas de gravação, “eles acabaram de comer baldes na Delancey Street , se não fosse para nós. ”  Outro empresário judeu, Maynard Solomon , intitulado outra gravadora proeminente folk -oriented, Vanguard, que contou com Joan Baez , Buffy St. Marie , Eric Anderson, entre outros. Outro rótulo folk , em Chicago, Flying Fish , foi fundada por Bruce Kaplan. Judaica popular performers musicais são muitos e variados , incluindo os Beastie Boys ( “amplamente criticado por sexo e glorifica a violência “) [ ANDERSON, 1991, p. 173] , Bette Midler , Billy Joel , Barry Manilow , Randy Newman , Carly Simon ( um dos herdeiros da fortuna da casa de Simão , Schuster publicação) , Helen Reddy, Lesley Gore, David Lee Roth do Van Halen, Lou ( “Take a Walk on the Wild Side “), Reed, Bell [ , I, 6-1-93 , p. 12] e da Serra Leslie [ Weinstein West] . Donald Fagen co- fundada Steely Dan . Marty Friedman do Megadeth é judeu , como Peter Green do Fleetwood Mac, Marty Balin do Jefferson Airplane , Marc Knopfle do Dire Straits , Paul Stanley (Stanley Eisen ) e Gene Simmons ( Chaim Whitz nascido em Haifa, Israel ), do Kiss, Perry Farrell (Perry Bernstein , filho de um comerciante de diamantes ), de Jane’s Addiction, Kevin DuBrow (vocalista do Quiet Riot de chumbo) , Slash do Guns n ‘Roses , Geddy Lee ( de Rush – nascido Gar Weinrib Lee ), Eric Bloom ( cantor de chumbo Blue Oyster Cult ) , Robbie Robertson, Warren Zevon , Jeff Beck, Mick Jones ( do Clash ) , Gavin Rossdale ( cabeça de Bush), Jay ( Blatt ) e os norte-americanos , Marc Bolan do T- Rex, Manfred Mann ( Lubowitz ) , Norman Greenbaum, Phranc (um cantor judeu lésbicas ) e Howard Kaylan e Mark Volman das tartarugas . E assim por diante . interesse judaico nas notas sujeito que a mãe ukelele enraizada Tiny Tim era judia, mãe de Donovan era judia , o pai de Cyndi Lauper é judeu , a mãe de Country Joe McDonald’s é judeu, pai Twisted Sister’s Dee Snider era judeu e assim por diante . JEWHOO [ de 2000, Boucher ; , G., 4-17-01 , p. 62; TAYLOR , L., 12-27-00 , p. F5 ]] Mesmo os de 1998 ” Eurovision Song Contest vencedor ” – apresentando um evento visto por 100 milhões de pessoas em 33 países – foi israelense transexual Dana International, nascido Yaran Cohen ).

La Toya / Jack Gordon – Conexão com a Máfia

Jack Gordon é mais conhecido como ex-manger/marido da infame de LaToya Jackson. Mais tarde, ela o acusou de controle mental, e abuso físico durante os 11 anos que estavam juntos . Gordon morreu em 2005, aos 65 anos. LaToya ainda enviou um especialista em segurança para o seu enterro para confirmar a sua morte, pois ela sabia que ele tinha falsificado a sua morte antes.

Oi? O ex marido da La Toya, já tinha forjado a morte?

WTF!!!!!!!!!!!! c'est hallucinantc'est hallucinant

[CONT..]

Quem foi Jack Gordon, e qual o papel que ele teve na Família dos Jackson? Vamos primeiro dar uma olhada, na sua vida antes da La Toya.

Jack Gordon nasceu em Springfield , Illinois, em 10 de novembro de 1939 . Seu pai era Abraão Gordon, um imigrante russo, e sua mãe era Faye Stein, um nativo de Illinois de origem judaica. Qual dos anos de formação de Gordon ? Não muito é conhecido publicamente , temos de avançar rapidamente para a década de 70 , quando ele já tinha 30 anos. Neste momento , ele tinha um negócio arcade no Circus Circus , em Las Vegas. Mais tarde , tornou-se proprietário de duas casas de massagem na Califórnia. No final dos anos 70 , foi relatado que dois de seus parceiros de Las Vegas tinham sido assassinado e que ele era o principal suspeito.

Em 1979 , Gordon teve problemas com a lei novamente. No ano anterior, ele tinha oferecido Harry Reid , o então presidente do Nevada Gaming uma comissão de US $ 12.000 para aprovação de duas máquinas de jogos novos para o uso do casino. Gordon acredita que os novos jogos vão dar mais de US $ 100 milhões em lucro.

Reid notificou o FBI e agentes a gravarem uma reunião com Gordon em seu escritório. No ponto em que Reid perguntou: ” Este é o dinheiro? “agentes do FBI invadiram o escritório para prender Gordon. Ele foi condenado por formação de quadrilha junto com o vendedor Joe Daly,  e sentenciado à prisão por seis meses.

Na década de 80, e provavelmente através de conexões mútuas em Las Vehas, Jack Gordon tornou-se associado com Joe Jackson. Em 1987, o relacionamento se firmou com Gordon e Joe Jackson, por trazer ele como co-gestor de sua filha La Toya Jackson.

Como que Joe permite isso? Não sabia que o cara, tinha sido acusado e preso por duplo homicídio?

Atenção aqui!

Em dezembro de 1993 , Gordon organizou uma conferência de imprensa em Tel Aviv, onde LaToya leu um comunicado dizendo ao mundo, que acreditava nas acusações de abuso sexual contra o seu irmão Michael. Ela afirmou : “Eu não posso e não quero ser, um colaborador em silêncio de seus crimes contra crianças … Esqueça o superstar , esqueça o ícone. Se ele fosse qualquer outro homem de 35 anos, que estivesse dormindo com os meninos , você não gostaria desse cara. “Gordon afirmou que LaToya tinha prova , que ela estava disposta a revelar para uma taxa de US $ 500.000 , o que provocou uma guerra de lances entre E.U. e tablóides do Reino Unido. Um acordo nunca foi feito , assim como LaToya que trouxe a prova a tona.

E tem fãs que ainda dão créditos, para as coisas que a La Toya fala.


Dooo!Dooo!

Gordon tem sido descrito como um ” cara de feira “com uma missão , ele queria que seus clientes gastassem tanto dinheiro, quanto possível dos seus 15 minutos de fama . Ele certamente teve uma carreira muito colorido, e muito provavelmente fez uma vida decente , de todas as promoções que ele fez.
Quanto a LaToya , após seu divórcio de Jack Gordon, ela acabou indo de volta para a família e se isentou de toda a responsabilidade por suas ações, declarando que Gordon controlava ela totalmente, e que fazia  lavagem cerebral. Ela alegou que ele teria ameaçado, tentar matar o irmão Michael e sua irmã Janet, se ela não seguisse suas ordens.

MEU DEUS!


Em uma retrospectiva LaToya deu entrevista a um canal de televisão holandês, onde alegou que Gordon tinha um monte de amigos na Mulberry Street de Nova Iorque, e que tinha visto um monte de coisas para fazer sentir a sua certeza, de que ele iria realizar suas ameaças. Ele tinha ligações com a máfia.

Ele tinha ligações com a Máfia!

Em sua autobiografia, LaToya revela que seus pais Joseph e Katherine criou seus filhos em um ambiente muito rígido, nunca permitindo que eles se socializar com os amigos fora da casa. Ela escreve: ” Ele [ Joe ] baniu o mundo fora da nossa casa, até a nossa casa se tornar o nosso mundo “. Este controle patológico foi exercida sobre as crianças , mesmo na idade adulta adiantada .

Gordon sabia que muitas pessoas influentes no mundo da música , cinema e política, e ele estava ligado a ambas as famílias Genovese e Gambino , duas principais famílias mafiosas de Nova York . Em 1994, durante o curso da investigação poderoso gângster de Nova York James ” Little Jimmy ” , um membro da família Genovese do crime, adquiriu uma escuta do FBI, que interceptou conversas entre o bandido e Gordon. Gordon foi descrito pelo FBI como um “associado” da família Genovese , que pagou a quadrilha , pelo menos, 1,5 mil dólares por mês durante dois anos para “proteger” Latoya de assédio dos mafiosos rivais.

Gordon também disse ter utilizado, os serviços do advogado de defesa contra o crime organizado. E o  atual prefeito de Las Vegas, Oscar Goodman, que tem uma longa história de conexões da máfia.
Como pode um cara com esse acesso, ganhar um fundo para a família Jackson? Tanto quanto sabemos, Joe Jackson introduziu a sua filha e fez dele Jack Gordon seu gerente . Jackson era uma pessoa extremamente ambiciosa. Ele teria ligado em rede com muitas pessoas na indústria do entretenimento, em seus esforços para levar sua família para o topo. Jack Gordon não pode ter sido um jogador fundamental em um grande negócio ,e que ele provavelmente não chegou a desempenhar um papel muito influente na rede da máfia, mas tinha a ambição suficiente e rua para saber com quem falar, e como ganhar a entrada na vida das celebridades. É sabido que, para chegar à frente na indústria da música , você precisa estar com as pessoas certas, e as pessoas certas não são necessariamente sempre justos.

Gordon e LaToya usaram seu nome de família para fazer um dano irreparável à reputação de Michael Jackson. Ter sua irmã declarando publicamente que ela acredita que você é um molestador de crianças, é algo que você não se recupera de forma muito fácil. Gordon organizou o evento em Tel Aviv apenas por dinheiro, ou ele estava trabalhando para alguém ?

Não é nenhum segredo que havia muitos interesses ocultos em descoroar o Rei do Pop , as acusações de molestar crianças em 1993 foi o primeiro, de uma longa série de esforços para destruí-lo.

Agora vamos entrar em um assunto delicado, e peço a sua atenção em dose dupla.

Falei no começo do post, sobre o Frank Gambino. O cara que fez ameaças para Michael Jackson, e que denotou uma paixão doentia por Janet Jackson.

Em sem Blog, ele se defende das suas acusações.

O perseguidor de Michael Jackson se defende:

“Eu não sei, mas se eu realmente me importei com as pessoas que não sabem como me sinto, eu iria procurar um advogado, porque meu processo Federal é sigiloso e se tornou de conhecimento público. No entanto o que aconteceu, já aconteceu e não pode ser alterado. Agora trata-se de uma história, uma parte de conversação. E o impacto que eu faço não é baseado em meu passado, mas a minha reação à atenção que está sendo focado em mim.”

Obs: Ele diz “impacto”.

OMG! Impacto com quem? Impacto é uma palavra forte, e normalmente não lembra algo bom.

Ele diz que o processo foi “quebrado”, mas mesmo assim não irá processar alguém.

Resumindo: quem cala, consente!

Garoto esperto!

“Eu admito que sou um pecador com uma mente independente, eu sou provavelmente um não descoberto engenhoso, e longe de ser burro. O calendário da atenção da mídia não poderia estar em pior momento, o qual eu estou tentando fazer alguma coisa positiva, mas o meu lado negro está a ser explorado.”

“Mas talvez algo de positivo pode vir do presente, como eu usar muitos chapéus. Estou trabalhando com alguns artistas no cenário musical, e escrevendo alguns roteiros que podem não dar certo, como resultado desta publicidade negativa. Quero dizer as pessoas podem se ofender com isso,  e me julgar ou procurar a verdade,  e quem sabe o que eles podem tropeçar”

Palavras-chaves:  Frank está no ramo da música = catálogo?

Frank já escreveu mais de 100 músicas, além de produzir e vender.

“Em todo caso, eu gosto de escrever e escrevi vários artigos sobre Janet Jackson, Alicia Keys, João Gotti seniores e juniores, bem como artigos para Rev. Jesse Jackson, e eu toquei em um monte de matérias e toquei em um monte de questões.”

“Portanto, se você quiser ler sobre Michael Jackson e o Presidente Bush ameaçados por Frank Paul Jones em Zimbio.com, provavelmente, não será a página para se divertir, como vou focar coisas que importam, e não um monte de lixo que não será mais do que um pedaço de conversa, fofocas e boatos. Vou guardar esse material para outras páginas, de povos que prosperam em fofocas”.

Fofocas?

WTF!!

Sorry honey, você está nos arquivos do FBI.

Bem, eu decidi falar sobre isso, porque comecei a perceber que a Máfia começou a ser investigado pelo FBI, e sobre a hipótese de ter assassinado Michael Jackson.

É claro que isso, não é falado de forma aberta pelos demais site.

Por que?

Porque o foco é Murray! Ele é um bode expiatório, segundo La Toya Jackson.

Ou seja: inocente!

[CONT..]

Em 26/06/2009, já corria a notícia de que Michael poderia ter sido assassinado pela máfia:

Ou seja, por mais remota que seja a possibilidade de ter se concretizado o ” ato ”, já havia boatos de que a máfia estava atrás dele.

Voltando aos Gambinos..

Eu tenho me perguntado, perante a isso:

– Por que o FBI está revirando arquivos de 15 anos atrás, que envolvem Paul Frank Gambino? Se o Michael morreu por overdose de remédios?

Resposta: PORQUE ELE NÃO MORREU!

– Por que Paul Frank Gambino está sendo investigado, em uma possível participação na morte de Michael, se o caso das ameaças já havia sido resolvido? E ele teria morrido por erro médico?

Resposta: PORQUE ELE NÃO MORREU!

– Por que o FBI está focando em Paul Frank Gambino, e não está investigando Murray?

Resposta: PORQUE ELE NÃO MORREU!

– Por que essas ameças de morte, fitas, arquivos, Mottola e cia, eram ocultados antes de Michael morrer? E somente agora tudo isso é divulgado?

Resposta: PORQUE ELE NÃO MORREU!

E essa “teoria” se concretiza mais na minha cabeça, quando percebi que os integrantes da Máfia Gambinos estão SENDO PRESOS!

Então eu parei, pensei, e falei:

– É hora de falar sobre isso no Blog.

Porque a Justiça começou a ser feita! E vendo que a Justiça estava fazendo a sua parte, essas coisas passaram a ser tornar muito interessantes, e com sentido. Ou seja: algo que era apenas “uma simples ameaça”, passou a ser algo sério e investigado pela polícia.

E isso não é ALUCINAÇÃO!

14 membros da Família Gambino são presos:

Quatorze membros reputados da família do crime orgazinado Gambino, incluindo um chefe suspeitos foram acusados de crimes, incluindo homicídio, extorsão e tráfico sexual de um menor. Os soldados do Gambino “e associa prostitutas recrutadas em clubes de strip-tease, incluindo uma menor de 15 anos , e publicitados os seus serviços na Internet, de acordo com uma acusação formal aberta ontem em Nova York”. Os promotores descreveram o tráfico sexual, de um menor como um novo território criminal para a Máfia.

Preso: Anthony Vechoione, um reputado membro da família mafiosa Gambino, é escoltado em um tribunal de Nova York ontem. Ele é uma das 14 pessoas acusadas de crimes, incluindo o tráfico sexual de um menor

Os arguidos são acusados de dirigir prostitutas às nomeações, em Manhattan, Staten Island, Brooklyn e Nova Jersey, dividindo seus lucros com eles.

Eles também “fez a mulheres jovens disponíveis para o sexo para os jogadores de poker high-stakes ‘hospedado pela família, os documentos do tribunal.

Em entrevista coletiva, E.U. procurador Preet Bharara chamou a quadrilha de tráfico de sexo tanto uma “nova baixa” e um aparente “primeiro para a multidão.

Uma acusação também acusou Daniel Marino, um suposto membro do grupo dominante Gambino, de ordenar uma batida de prisão em seu próprio sobrinho, pois o sobrinho estava cooperando com o FBI.

Pistoleiros atraia a vítima para uma boate de Staten Island, em 1998, quando atirou por três vezes no rosto e nas costas.
Marino, 69, foi acusado em um segundo assassinato de um rival gangues de 1989. As acusações também incluíram extorquir empresas de construção, e execução de uma operação de jogo ilegal.

A renda ‘estilo de vida sustentado Marino pródigo “, os documentos do tribunal.
Doze dos suspeitos foram presos ontem, e um foi preso em 16 de abril. As autoridades federais ainda buscam Steven Maiurro, 31, de Staten Island, um fugitivo.  Acredita-se que est[a na área de Nova York, e considerado armado e perigoso.

O caso marcou o último de uma série de acusações, e processos que mutilaram a família Gambino, uma vez que o notório chefe John Gotti, o chamado Dapper Don, foi condenado à prisão perpétua em 1992. Ele morreu em 2002.
As autoridades federais disseram ontem que, embora o Gambinos agora mantêm um perfil mais baixo, eles ainda são 200 fortes e estão sempre explorando novas maneiras de permanecer no negócio.

“É ainda sobre como ganhar dinheiro ‘, disse Venizelos George, chefe do escritório do FBI de Nova York.
Marinho foi detido após a defesa não culpado. Após a audiência, seu advogado, Charles Carnesi, disse que seu cliente tinha sido liberado apenas na segunda-feira de um hospital de Nova York, onde ele havia ficado desde sexta-feira. “Poderia ser relacionados com o coração, acidente vascular cerebral relacionada,” o Sr. Carnesi disse. Caso contrário, o advogado acrescentou: “Ele está incrivelmente com boa saúde.”

Depois da morte de Michael, Frank Gambino passou a ser investigado pela “morte” de Michael Jackson

Jones em Multi-Níveis de investigações, devido à morte de Michael Jackson

Frank Paul Jones, cujo o apelido é Paulo Frank Gambino,  está sob investigação por um multi-nível das agências de aplicação da lei. Em 22 de Dezembro de 2009, a bomba caiu, quando a  TMZ.com liberou documentos do FBI, que contêm mais de 190 páginas de documentos da investigação sobre uma suposta conspiração por Frank Paul Jones, para bater Michael Jackson sobre o dinheiro em dívida de um negócio secreto, e uma pilha de 50% em sua propriedade.

Atenção aqui: o cara queria 50% das propriedades do Michael = catálogo?

Por que o FBI está investingando ele, logo após a morte do Michael? Michael não morreu por um erro médico?

Olhem os sinais!

Quando esta notícia bombástica surgiu pela primeira vez, parecia que o inquérito acabou, no entanto, após uma melhor observação dos acontecimentos atuais, parece que essa investigação está em curso desde o ano passado, e o que aconteceu foi que TMZ pegou a informação de que era uma em curso situação.

Jones, que foi encontrado indigentes pelo tribunal considera que eles estão tentando amarrá-lo para atividades criminosas para além da morte do Michael Jackson, e que ele foi interrogado ilegalmente, no Condado de Highlands, na Flórida. Depois de ter sido falsamente preso, Jones acredita que estão tentando tirá-lo, mas o problema é que ele já está baixo e para fora para a contagem. Como ele diz, “eu não tenho nada, mas uma casa de dois quartos pequenos ainda em provas e sou o agente de algum estabelecimento comercial, como eu dependo de incapacidade de viver.” No entanto, o governo está usando ângulos de alta tecnologia, tais como escutas telefônicas e profunda cobertura agentes, bem como médicos e advogados para quebrar um código que não existe.

Jones afirma: “Eu conheço pessoas que fazem coisas ruins, no entanto, que não faz de mim um co-conspirador.” Desde a correr com a lei, em 1991-94, ele nem sequer foi condenado por um delito, mas agora eles querem para tratar deste caso de uma DUI alegada como se fosse uma carreira criminosa. Jones acredita que as investigações que estão sendo realizadas agora são clandestinas, por várias razões e sente a caça às bruxas devem chegar a um fim.

Jones, que tem vários diagnósticos psiquiátricos, afirma ser um bi-polar que as ameaças que ele teria feito pode ter sido em conseqüência de sua doença e não Conexões Crime Organizado. Admitindo-se que ele pode ter sido obcecado com John J. Gotti e da Família Gambino e sim foi criado em Gambino território como uma criança, em Nova York. E, sim, seus pais podem ter se envolvido em atividades mafiosas Penal, bem durante a sua infância, mas isso não faz dele um co-conspirador ou um candidato lei RICO. Afirmando seus pais e John J. Gotti são falecidos, e ele não é responsável para saber o que ele sabe ou o que eles fizeram no passado.

Frank Paul Jones aka Frank Paul Gambino considera que estes desenvolvimentos recentes e interrogatórios em seus registros médicos e vida pessoal não é o trabalho da administração Obama ou Eric Holder o Procurador-Geral ou até mesmo o FBI neste momento. Este não é o trabalho do Serviço Secreto. Este é o trabalho de caipiras e intrusos tentando fazer um nome para eles.

Frank Paul Jones aka Frank Paul Gambino Productions e a Capstone Zulu Band, afirma uma vez por todas:

“Eu não tenho nada a ver com a morte de Michael Jackson, ou que eu acredito que ele está morto”

Oi? Como assim que ele acredita, que Michael está morto?

Isso deveria ser algo inquestionável!

OMG!

É aqui que entra o meu medo, porque se sabemos das coisas, imagina eles?

[CONT..]

O Governo Federal sabe disso, e essas investigações e interrogatórios são fúteis. “Eu amo a América e sou um cidadão cumpridor da lei e todo o dinheiro utilizado para investigar mim é dinheiro desperdiçado.”

Gambino diz: Obrigado a todos!

“..eu quero agradecer aos políticos, celebridades do entretenimento, e dos líderes dos direitos civis das maiores honras. Quero muito em nome do povo, agradecê-los especificamente para o transporte de nosso pedido de ajuda por postar o artigo sobre o meu apelo, em nome da NaQuila.

Obrigado a primeira-dama Michelle Obama, vice-presidente Joe Biden, o presidente Jimmy Carter, o presidente George HW Bush, o presidente George W. Bush e Bill Clinton, e o prefeito de Nova York e um amigo no coração, Michael Bloomberg, e eu digo ao presidente Peço desculpa se ofendo você, porque você não levar o meu trabalho.

Quero agradecer ao ministro Louis Farrakhan especialmente para mostrar essa preocupação forte e para a entrega de uma mensagem tão forte em um momento tão oportuno na minha vida. Obrigado reverendo Jesse Jackson, e eu espero que você encontrá-lo em seu coração para selar a aliança entre todos, como o ministro Farrakhan deu o primeiro passo em um processo de cura para o mundo, e obrigado reverendo Al Sharpton, o mais ativo dos três na arena pública.

A lista continua e você sabe quem você é na Califórnia e Nova York, e eu sinto a recepção em Hollywood. Deixe-me o nome dessas pessoas, porque são todos potências e merecem reconhecimento especial. Obrigado, P. Diddy, Damon Dash, Jermaine Dupri, Aaliyah, Monica, Victoria Gotti, Lil Wayne, Missy Elliot, Mariah Carey, Beyonce, John A. Gotti um vem para cima e escritor, ator e diretor de entretenimento, Ice T, Steve Harvey, DL. Hughley e meu Deus me agradecer. Lol!

Algumas pessoas não carregam este artigo como Janet e Alicia, as pessoas que eu escrevia sobretudo no passado, mas não há problema! É tudo de bom! Espero que me referi a todos, mas há mais, como posso esquecer do melhor jogador de basquete de todos os tempos depois de Kareem, sendo Magic Johnson

O que eu disse?

Que o governo é protegido pelo governo, para CONTROLAR  a música POP.

Por isso,  Frank agradece ao governo?

Ponto importante: Frank Gambino luta contra “A Nova Ordem”, o que podemos concluir com isso?

(silêncio)

Bem é isso, eu sempre acreditei que Mottola era a força de tudo, e por isso ele sempre foi o meu FOCO.

Os fãs do Michael sabem que ele é inocente, mas 80% da população o condena por isso.

Michael infelizmente teve que “morrer”, para as pessoas passarem a olhar as coisas com outros olhos.

Michael infelizmente assinou seu atestado de óbito, quando comprou o catálogo dos Beatles.

Olhando para a “morte” do Michael, eu me lembro SEMPRE da morte de outros visionários, como: John F. Kennedy, Martin Luther King, Harry Chaplin e etc.

Mas alguém em especial, vem logo na minha cabeça: JOHN LENON!

Supostamente Lenon foi morto, por alguém “louco” e com problemas mentais. Eu vejo a História se repetir com Michael, que era ameaçado por Frank Gambino que se diz “louco”, e com problemas mentais. Porém ele é esperto, para ganhar dinheiro como água. Por que nesta hora, ele não proclama a sua loucura?

Quem poderia condenar o assassinato de John Lenon, se na verdade se trata de um “louco”?

Teddy tem dito em público, que Michael havia dito que seria assassinato. Com base no fato de que Teddy acha que ele está vivo, o que você que Michael fez perante a isso?

Ou melhor:

– Por que somente TEORICAMENTE  Murray  está sendo ivestigando, enquanto os Gambinos estão sendo investigandos em OFF?

Mottola + Frank Gambino + Máfia = Catálogo!

“Eles me matariam por esse catálogo”, disse Michael

Isso não é Lenda Urbana, são fatos! São arquivos do FBI!!!

Outra coisa importante:

– Entende agora que Michael era cercado pelo perigo, por grandes forças do “mau”, e têm sérias razões para ter forjado a morte ?

Ele precisou fazer isso!

Fica aqui uma dica minha: na novela “Passione”, o personagem Totó supostamente está forjando a morte. Asism como Michael, ele não teve velório, e está tendo ajuda da Polícia.

Por que ?

Porque ele sofria risco de vida, nas mãos da esposa!

Viu como as coisas funcionam ?

É direito de Michael como ser humano.

Então eu pergunto:

– Michael Jackson está sob proteção policial, e fazendo parte de um programa de proteção à testemunha?

Sim! (minha opinião)

Agora, deixarei vocês debaterem  sobre isso..

Michael is alive!

Algumas informações foram tiradas, do Fórum de Neverland. Excelente Fórum!

<!–[if gte mso 9]> Normal 0 false false false EN-US X-NONE X-NONE <![endif]–><!–[if gte mso 9]> <![endif]–> <!–[endif]–>
h1

Eu tenho “fé” em Teddy Rilley!

2 de dezembro de 2010

Teddy Rilley, o discípulo!

O homem que veio propagar a verdade, a mensagem, o “grito”, a loucura, e a incerteza no meio da normalidade.

Quem seria o seu “Mestre”? O seu “senhor”?

Um homem de bom senso, jamais comete uma loucura de pouca importância.

Se é para criar um “caos”, então vamos QUEBRAR TUDO!

Enquanto o ignorante se espanta, o sábio se admira.

Um tolo pode fazer tantas perguntas em uma hora, enquanto um sábio não poderia responder em um ano. E por isso continuamos na luta, e na fé!

Quem vive sem loucura, não é tão sábio como pensa.

O sábio procura a ausência de dor, e não o prazer.

Sábio é aquele que conhece, os limites da própria ignorância

Sábio é quem se contenta, com o espetáculo do mundo!!

Há na loucura um prazer, que só os loucos conhecem” (John Dryden)

E eu adoro esse sabor…

Bem, então te pergunto:

– Teddy Rilley é “louco”?

De um lado temos alegria dos fãs, e de outros temos aqueles que dizem que Teddy quer promover seu novo cd.

E eu? Bem, eu acredito nele.

Eu tenho “fé” no Teddy! E não me espanta que ele seja “ignorado”, pois faz 1 ano que tenho me deparado com o desprezo..

Eu acredito nele pela simples razão que Teddy tem um passado, que nos denota as respostas para a pergunta DE AGORA!

É tudo uma questão de lógica, e é incrível como as coisas de repente faz sentido.

Faz 1 ano que Teddy vem as poucos dando o seu “suspiro”, até que ele resolveu GRITAR! Mas o nosso foco era outro, e por isso nos desviamos de Teddy Rilley.

Até que um dia ele foi designado para ser a “peça-chave”, e a sua “opinião” fez toda a diferença.

Resolvi dar uma pesquisada sobre o comportamento de Teddy, ANTES dele soltar a sua verdade no Twitter.

Obs: peço atenção para a linguagem corporal dele, e a forma como ele fica apreensivo e solta um pouquinho de riso durante as entrevistas.

Teddy esteve presente no velório do Michael, e foi entrevistado pela CNN.

FOCO no rosto dele! winking0001 Free Emoticons   Winkingwinking0001 Free Emoticons   Winking

Ele estava AO VIVO na frente do Staples Center, no velório do seu grande amigo. E além dele falar com seriedade sobre a morte do Michael, o cara começa a rir, e falar como se estivesse falando de um show musical.

Ou seja: seu melhor amigo irá ser velado, mas vamos pular??

Teddy está falando que é dificil acreditar que Michael morreu, que ele tem boas lembranças de “Dangerous” (delícia).

Diz que o Michael é maravilhoso, e que foi uma morte dura.

Ele disse que quando soube da morte dele, ele parou o carro na frente do McDonalds, e que começou a chorar pelo seu BIG BROTHER.

McDonalds agradece pela propaganda. Pena que não foi “coca-cola”..rs

“Eu me lembro dele”

“Eu sinto saudades dele”

“E a última coisa que ele me disse foi: – Estamos aqui para fazer novamente”

Teddy diz,  que eles tinham planos de fazer um novo álbum.

Hmmmmm…..Breaking News? Hum, não fui eu!Hum, não fui eu!

Detalhe: ele começa a rir

Ele pede para celebrarem a música do Michael, e etc.

É engraçado ver que pessoas não tratam Michael como alguém que morreu, e sim como alguém que está ausente!

“Vamos celebrar a vida do Michael!!”

Está conseguindo me acompanhar?

ANTES de sair o cd da Sony, Teddy disse no velório do MJ que eles tinham planos de gravar um cd juntos.

[CONT..]

Então logo em seguinda sai uma matéria, onde Teddy afirma que Michael foi assassinado:

“Michael Jackson foi assassinado e seu assassino será pego em breve, disse um do seus melhores amigos no showbusiness, Teddy Riley, co-produtor de platina do álbum “Dangerous” .

Ele diz que ele e a família de Jackson,  estão confiantes de que Michael foi assassinado, e que o assassiono será revelado em breve.

Perguntado se Jackson foi assassinado,  Riley disse à AAP: “Eu disse isso no primeiro dia.

“Eu liguei para a família, e eu disse: ele foi assassinado “.

“Alguém não gostou de algo que ele disse, ou algo que ele está fazendo, ou não quer que ele vá para o topo, então eles tinham que se livrar dele.”

Riley trabalhou extensivamente com Jackson nos últimos 18 anos, e era um amigo pessoal.

Riley viu Jackson dois dias antes de Michael morrer em 26 de junho, durante os ensaios para sua turnê em Londres.

Riley disse que Michael estava com “saúde ótima” pouco antes de sua morte, mas admitiu que ele sofria dores na pele.

Perguntado sobre quem matou o cantor, Teddy respondeu: “Você vai descobrir”

“Nós temos tantas pessoas,  que pensamos que poderia ser o culpado.
“Ele estava indo tão bem em seus ensaios. Eu estava no estúdio, dois dias antes … dois dias depois ele foi embora.
Ele estava com saúde ótima. A única coisa que incomodava é que ele tinha dores. Quando ele trabalhava duro, chegava em casa, e estava com dor por causa da sua pele. Mas, ele estava em grande forma.”

[..]

Atenção agora!

Se lembram que Teddy disse que se as pessoas acham que Elvis está vivo, ele também tinha o direito de achar que Michael também está vivo?

Então vejam, o final da entrevista:

“A sua morte definitivamente nos afetou muito, e toda a nossa família. Nós ainda pensamos que ele está aqui, as pessoas pensam que Elvis ainda vive, bem Michael Jackson também vive nos corações de muitas pessoas.

Oi?

“..as pessoas pensam que Elvis ainda vive, bem Michael Jackson também vive nos corações de muitas pessoas”

WTF!

Tipo…o que tem a ver Elvis, com o contexto da frase?

Desculpa, mas ele não está falando do legado de Michael.

Lembre-se: no twitter ele diz que assim como têm pessoas que acreditam que Elvis não morreu, ele  também tem o direito de achar que Michael não morreu.

É interessante notar que ele usa o “Elvis” nessa entrevista do ano passado , antes mesmo de ter falado qualquer coisa em seu twitter.

Atenção nos sinas >>>>>

Depois dessa entrevista, Teddy esteve em uma rádio em dezembro do ano passado,  e disse que nunca afirmou que Michael foi assassinado.

Um breve resumo do video:

O apresentador pergunta sobre a afirmação dele, ao falar que Michael foi assassinado, e sobre Michael viver dizendo que queriam pegar ele.

Teddy diz que nunca disse isso,  que falou muito pouco sobre o assunto, que disse apenas que esteve com ele em Londres, que falou com a família pessoalmente, mas que nunca disse que ele foi assassinado.

Então o apresentador questiona, o por quê saiu na midia que ele tinha dito isso.

Teddy diz que talvez alguém escutou ele conversando com alguma pessoa, e que interpretou errado. “Eu acordei 3 dias atrás, com mensagens sobre isso em meu telefone. Eu me disse: O que é isso?” (ele ri)

O apresentador pergunta sobre as pessoas que teria matado ele, e por que ele não pode dizer o nome deles.

“Essas pessoas não gostam de mim”, “É questão de negócios”, diz Teddy.

Teddy diz que não pode falar, até porque Michael era paranóico.

Michael era paranóico com o que?, diz o apresentador.

Era um paranóico achando que tinha alguém atrás dele, ele era paranóico em conversar com a pessoa, e ela inverter o que ele tinha acabado de dizer.

Teddy diz que viu SIM Michael 3 dias antes de morrer, e que ele estava com uma saúde ótima.

Foco na linguagem corporal dele, e como ele está nervoso ao falar do assunto.

Obs: ele fala do Michael no presente: “Ele é paranóico”, “Ele me diz..” e etc.

Video abaixo:

Por que mudou de opinião?

Talvez ele tenha falado demais, e foi orientado a ficar quieto.

Por que ele não quis dar nomes?

Porque temos uma investigação aqui, e os nomes devem ser ocultados.

Por que ele tinha tanta certeza que ele tinha sido assassinado, e depois disse que nunca falou sobre isso?

Ele com certeza falou demais, e tentou “consertar” o que fez.

Por que disse que Michael era paranóico, achando que tinha alguém atrás dele?

Porque Michael sofria ameaça de morte! E isso não é novidade.

GENTE! Essa desculpa em falar, que alguém ouviu ele falando com outra pessoa, e a pessoa entendeu errado…foi demais!

Você é doido!Você é doido!

Que desculpa “podre”.

Teddy apenas tentou arrumar o deslize que causou..

Então eis que “BREAKING NEWS”, e a afirmação da família JACKSON em dizer que ela é falsa.

Teddy (a única e principal testemunha), vem a público e diz que acredita que Michael está vivo, que ele é um beLIEve, e que a música é verdadeira!

Teddy Rilley, é o discípulo!

Nada me tira da cabeça, que ele apenas disse isso para “abafar” a polêmica em torno da música.

Quem poderia questionar um produtor musical?

Essa semana Teddy estava saindo de um restaurante, e o paparazzo conseguiu flagrar ele.

Ao perguntarem sobre a música,  Teddy afirma de novo que a voz na música  é do Michael.

#adoroo

Ficou claro que ele não quer se promover? E que ele está dizendo as mesmas coisas,  faz mais de 1 ano?

Pontos importantes:

– Michael e Teddy tinham projeto para lançar um novo cd, e por “coincidência” surge um novo cd, cujo Teddy é o produtor.

– Teddy diz que Michael era paranóico com a sua própria vida, mas não quis dizer o nome dessas pessoas que ameaçavam ele

– Quando ele fala sobre essas pessoas, e diz que é “negócios”. Isso me lembra o catálogo de Michael.

– Teddy se foca em “Elvis Presley”, para comparar com a morte do Michael. E um ano depois usa o “Elvis” de novo em seu Twitter.

– E não esqueça de Rodney (post anterior), que também disse que Michael tinha planos para um novo cd.

Considerando que ele acredita que Michael está vivo, já disse que ele é um beLIEve, trabalha para a Sony, e foi o produtor que veio desmentir os boatos em público.

Você realmente acha que ele está querendo se promover?

#AVA!

Falando de Teddy, eu lembrei de Akon.

Ele deu uma entrevista falando de “Hold my hand”, e disse sobre a grande performace que “eles” estão preparando para a música.


Confira o resumo da entrevista:

Akon diz que a música tem uma mensagem muito bonita, onde diz que podemos conseguir e fazer o que quiser juntos, e que a música fala de união, e compreensão.

Ele diz que a música foi divulgada antes da hora (versão anterior), e diz que não estava completa.

Fala que o lançamento da música de duas semanas atrás, foi um grande “premier” do que ainda está por vir.

Akon diz que “eles” querem envolver as pessoas nisso. Ele começa a vibrar a partir do momento 3:10, e diz que irão fazer um clipe, show, performace,dançarinos e etc.

E diz que nunca esquecerá a chance que teve de estar ao lado do Michael, e que essa música é como ele se sente em relação a isso.

Akon diz que ficou chateado com o que aconteceu.

No final ele afirma rindo:

– Agora eles irão sentir está experiência, nós iremos sentir está experiência (risos)


Oi?? NinjaNinja

Estou louca para sentir essa experiência, aliás to sentindo vibração de algo bom vindo por ai…

Teddy + Akon = beLIEve?

Me desculpa, mas eu acredito neles!

Eram pessoas próximas ao Michael, amigos dele, respeitam e idolatram ele, estavam trabalhando com ele, e sabiam do perigo em que Michael se encontrava.

Teddy talvez  tenha feito isso a pedido do Michael, e resolveu a polêmica em torno da música.

Talvez Michael seja o “Mestre” dele.

E para finalizar o post, o que dizer da declaração de Joe para a revista Época?

– Eu não tenho visto muito o Michael

MEU DEUS!

Não tem visto aonde? Em sonhos?? #rialto

E eu achando que minhas piadas eram ruins…

Michael is alive! Yahoo! Comemorando Yahoo! Comemorando

h1

“Eu sei que ele foi assassinado”, diz La Toya

4 de novembro de 2010

Para quem não sabe, a La Toya está na Capa da Revista CARAS. E como eu adoro as pérolas que sai da boca dela, separei uns trechos da entrevista aqui.

Peguei somente as partes importantes, porque sinceramente não tenho interesse nela.

Para quem quiser ler a matéria completa, e mais fotos da irmã do Michael, o link está no final do post.

“Como a fênix, ave fabulosa da mitologia grega de força inestimável que renasce das próprias cinzas, La Toya Jackson (54) mergulhou no quase anonimato e se reergueu com dignidade e coragem redobradas. Integrante da família mais conhecida do showbiz internacional, ela, a quinta entre os nove irmãos Jackson, alcançou a fama ainda jovem, amargou o isolamento da família por conta de um antigo empresário abusivo e, recentemente, perdeu seu querido irmão Michael Jackson (1958- 2009). No Castelo de CARAS, a cerca de 40 minutos de New York, La Toya mostrou ser uma mulher forte, de bem com a vida, livre de ressentimentos, ávida por novas experiências e extremamente gentil. “Adoro o povo brasileiro, tão alegre e acolhedor. Quando recebi o convite para visitar o Castelo fiquei animada e agora, mais do que nunca, espero viajar ao Brasil em breve. Quero ver as praias, as pessoas, o carnaval”, comenta ela.

Ressurgiu? Ressurgiu porque o irmão dela “morreu..”

Seus trejeitos delicados, voz suave e até certa timidez, na verdade, escondem uma mulher decidida, com ambiciosos planos profissionais e uma missão maior. “Não descanso enquanto não descobrir a verdade sobre a morte do meu irmão! Minha família e os fãs de Michael merecem saber”, enfatiza ela, uma das primeiras integrantes do clã a chegar ao hospital para o qual Michael foi levado após uma overdose por combinação letal de remédios.

“Não descanso enquanto não descobrir a verdade sobre a morte do meu irmão! Minha família e os fãs de Michael merecem saber”,

Né?

E por que não estão fazendo nada a respeito? bouche baillonnées bouche baillonnées 

Ela nos responde mais para frente. #dica

– Você acha que sua família ficou mais unida após a súbita morte de Michael?
– Esta é uma pergunta muito difícil de responder. Pessoalmente, escolhi acreditar que ele ainda está entre nós. É muitíssimo doloroso pensar que ele se foi. Nossa família é numerosa, temos opiniões diferentes, e quando tudo isso aconteceu, nos reunimos e votamos para chegar a um ponto em comum. Mas temos ideias diferentes. Se ficamos mais unidos? Sim e não. Sim, isso deixou a família unida; e não, por causa das diferenças.

– Como você tem lidado com essa perda repentina?
– Eu fiquei traumatizada, não queria acreditar que ele não estava mais conosco. Ainda é muito difícil ouvir suas músicas no rádio, e elas tocam sempre. Tenho que trocar a estação, porque no mesmo minuto vêm as lágrimas e elas não param. Estou constantemente brigando contra as lágrimas. Por isso, talvez seja melhor para mim, pelo menos neste momento, pensar que ele ainda está aqui. Meu coração está com os filhos dele, porque se eu estou assim, imagine eles…

– Como estão seus sobrinhos, Prince Michael, Paris e Blanket?
– Estão bem, são adoráveis, maravilhosos. O mais importante é que eles sejam felizes. Quando olho para eles, quero ter certeza de que se sintam felizes, mas é claro que a morte do pai é um tema delicado. Penso comigo, “será que devo mencionar Michael, dizer isso ou aquilo”. Mas as crianças estão bem. Paris adora ouvir a música do pai, tem posters no quarto e diz “o papai adora isto, o papai adora aquilo”. Cada um tem uma personalidade diferente e lida com o assunto de uma forma distinta. Agora, quero saber o que realmente aconteceu com meu irmão.

– Como assim?
– Quero descobrir a verdade. Quando você me perguntou se a nossa família ficou mais unida ou não, tem a ver com isso. Eu sei que ele foi assassinado. Michael me disse que iriam matá-lo. Minha missão é descobrir o que aconteceu, e aí entra a divisão, porque outros irmãos me dizem, deixe-o em paz, esqueça. Mas essas crianças têm o direito de saber o que aconteceu com o pai deles. Seus filhos, seus fãs, o mundo inteiro precisa saber! E não acredito que tenha sido seu médico, isso é mais complicado do que se pensa…

” Eu sei que ele foi assassinado. Michael me disse que iriam matá-lo…”

É uma pena que a jornalista é tão mau informada, que não questionou a fita onde ele diz que vai fugir, porque querem matar ele. E ainda pede dinheiro, para colocar o plano em ação.

 

“..Minha missão é descobrir o que aconteceu, e aí entra a divisão, porque outros irmãos me dizem, deixe-o em paz, esqueça…”

Oi?

Os irmãos pedem para deixar ele em paz, e esquecer o assunto?

Ou seja: seu irmão, filho, tio, pai morreu. Vocês acham que ele foi assassinado, e devemos esquecer,  e deixar ele em paz?

Meu Deus..

” E não acredito que tenha sido seu médico, isso é mais complicado do que se pensa…”

Obrigada La Toya.

Todos nós sabemos, que Murray é inocente.


– Poucas pessoas sabem que você também é policial…
– Sim, e tenho muito orgulho disso. Em 2007 participei do programa Armed & Famous e conclui todo o treinamento de verdade, foi uma experiência bem diferente. Trabalhando nas ruas, você nunca sabe o que pode encontrar, é desafiador, mas também adoro a idéia de ajudar pessoas. Quando me perguntam quem são meus heróis, digo que são médicos, bombeiros, policiais, todos aqueles que ajudam o próximo. O policial, por exemplo, pode ser um pai ou mãe de família, que está colocando sua vida em risco para salvar outras.

La Toya é da polícia?

????????????????

interessante..

Você se importa de falar sobre este assunto?
– Foi uma das minhas grandes vitórias na vida, pensava que jamais iria me ver livre daquele controle sobre mim. Acho importante compartilhar esta experiência com outras mulheres, quero que elas saibam que você não precisa ser submissa. Você tem de ter controle sobre sua vida, deve assumir esse poder e guiar seu próprio caminho. É difícil dar o primeiro passo, mas é possível. Meu novo álbum se chama Startin’ Over, justamente porque sinto que a minha vida está começando de novo.

– Que mensagem gostaria de deixar para os seus fãs?
– A vida é uma grande jornada e, seja qual for sua aspiração ou sonho, você tem de batalhar por eles. Sempre vão existir obstáculos, pedras no caminho e turbulências, mas você pode superar todos eles. Nunca, jamais desista! Siga com a cabeça erguida! Assim que você vencer um desafio, outros surgirão e a jornada vai recomeçar. Se o caminho fosse muito fácil, a vida não teria sentido. A gente precisa do fracasso para apreciar o sucesso

[….]

Resumindo: Michael foi assassinado, a família não quer investigar, Murray é inocente, recebia ameaça de morte, tinha um plano para fugir e etc.

Somente o fato da família não investigar, já é o cúmulo!  E depois nos criticam, quando somos cruéis? A própria irmã do Michael, está dizendo isso…não eu.

“Se você não tem a capacidade de compreender um silêncio, não conseguirá compreender as palavras..”

Michael is alive!  

Link da notícia: Entrevista da La Toya

Créditos para Cih, que me mandou a notícia.

h1

Joe culpa Katherine pela morte de Michael

13 de junho de 2010

Leiam isto:

Em uma entrevista exclusiva apenas 12 dias antes do primeiro aniversário da morte do cantor, Joe fala pela primeira vez como ele culpa a mãe do Reio do Pop pela morte do filho, e por não salvá-lo das drogas de prescrição que o matou. A acusação surgiu quando o casal  esteve frente a frente na mesa de necrotério onde estava Michael.

“Katherine estava chorando incontrolavelmente e muito chateada. Mas eu não lhe dei um abraço, porque eu estava bravo com ela e gritando:” desabafa Joe, 80, que diz que passou meses pedindo a ela para colocar o cantor em uma reabilitação para drogas e  prescrição de seu vício.

“Eu disse, ‘Se você tivesse me escutado Michael estaria vivendo agora!”  Fiquei pensando sobre o tempo que eu tinha ficado na frente dela dizendo que tinha algo de errado.

“Eu não poderia engolir os meus sentimentos. Katherine não disse uma palavra – eu tinha que ficar longe dela. Se ela tivesse feito o que eu pedi, Michael estaria aqui hoje. Estou furioso com ela. Ela poderia ter feito  a diferença. ” Mas Joe também confessa que também falhou com o seu filho, ao abrir seu coração sobre a angústia ao longo do anos  que  família Jackson tem enfrentado desde a tragédia. Ele conta como Katherine, 80, ainda está em profunda tristeza, enquanto filhos de Michael Prince , 13, Paris, 12, Blanket oito estão se recuperando bem da perda de seu pai. E ele revela que Paris e Prince tem visto a mãe biológica Debbie Rowe, 50, pela primeira vez desde a morte de Jacko.

Durante anos, o ex-gerente Joe – do Jackson 5 – foi pintado como o pai demoníaco acusado de  bater na estrela durante sua infância. Mas ele ainda nega  as acusações – e olhou chocado como ele reviveu os meses preocupante  até Michael sofrer um ataque cardíaco  em 25 de junho do ano passado – causada por uma overdose de drogas Propofol e um coquetel de pílulas para dormir.

Joe diz: “Eu só vi um par de vezes em seus últimos meses – e ele parecia fraco, magro como se ele precisasse dormir um pouco.  “Ele nunca tinha aquele brilho nos olhos, que ele tinha no palco. Eu não sabia que ele era viciado em drogas, mas algo estava errado.

“Eu registrei-lhe uma nomeação para ver o meu médico, mas quando eu disse: “Vamos lá”, ele criou uma história e disse que estava bem. “Quando eu lhe perguntei o que estava acontecendo – ele disse que estava bem , mas se eu pressionava ele, ele saia da sala e desaparecia. ” Foi muito frustrante. “

Enquanto isso, Jacko foi crescendo cada vez mais paranóico.  “Ele ficava dizendo que ia ser morto, e tinha medo de ser baleado no palco”, diz Joe. “Ele sempre nos disse: ” Eles estão atrás de meu catálogo de músicas, mas ele nunca disse  o que ele queria dizer com isso. “

As preocupações de Joe com o seu filho só aumentaram  depois que Jackson concordou com um retorno em um acordo de 25 milhões  com a   AEG em dezembro de 2008  ‘om a turnê “This is it”

Quando se aumentou o número de shows para 50 shows,  Joe diz que seu filho aflito pediu para diminuir a carga do trabalho, pois temia a exaustão. Então Joe encontrou o chefe da AEG,  Randy Phillips para pedir a diminuição dos shows.

“Michael me disse que tinha assinado por apenas 15 shows, mas estava fazendo 50 anos, e era muito de uma só vez”, diz Joe. “Eu avisei  para  Randy que  Michael seria empurrado para cansaço. Zanguei-me e comecei a gritar, mas Michael e sua mãe sentaram no canto e começaram a rir.

“Assim como Katherine, ele não conseguia lidar com os confrontos. Randy disse que iria resolver isso, mas nada aconteceu.

“Depois que eu saí da sala, e eu disse adeus a Michael. Eu lhe disse que ia falar com ele em breve – mas eu nunca fiz. Foi a última vez que o vi.  “Eu gostaria de ter feito este homem ficar longe dos shows. Eu sabia que ele nunca faria, mas eu nunca pensei que ele ia morrer. Pouco depois do meio-dia em 25 de junho do ano passado, Joe recebeu um telefonema em sua casa em Las Vegas enquanto assistia o noticiário da TV.

“Foi um fã que me disse que Michael estava sendo levado de casa em uma maca. Em seguida, veio a notícia dizendo que ele teve um ataque cardíaco”, diz Joe.

“Eu sabia que precisava  chegar a Los Angeles, mas depois que recebi o telefonema de La Toya me senti irreal.

Devastado Joe foi para o complexo da família Jackson em Encino com outros membros que  disseram seu adeus final ao Rei do Pop, na sala de emergência do hospital UCLA em Westwood. “Eu não queria ver Michael deitado daquele jeito, não é assim que gostaria de lembrar dele”

“Eu não derramei nenhuma lágrima, mas talvez eu deveria ter isso. Eu me senti com raiva que meu filho tinha ido embora.”

“No final do mês que Michael  estava vivo, eu lhe disse muitas vezes que eu não poderia chegar até ele – e que ela precisava  ajudar seu filho,” desabafa Joe.

Joe disse chorando para Katherine que ela poderia ter salvo seu filho

“Eu implorei a ela para ir lá e ficar com ele, mas ela insistiu que ele precisava de sua privacidade e deu-lhe a folga, ela achava que ele precisava. A criança vai ouvir a sua mãe mais do que seu pai – ele certamente ia ouvi-lá.

Joe diz que Katherine ainda não se recuperou da morte de seu filho.

“Ela não é um escudo da mulher que ela era. Ela tem dores de cabeça, não consigue dormir e não sabe como lidar com esses problemas – como Michael ela prefere fugir.”

Mas os filhos de Michael estão indo da força à força.  “Eles adoravama seu pai- mas eles se recuperaram bem. Os poucos primeiros meses foram difíceis, mas agora eles estão desfrutando a vida em Encino,” diz Joe. “Michael fez certo ao dar uma educação rígida,  e certificou-se que estudassem muito e só foram autorizadas a assistir à TV nos fins de semana.  “Ele era um grande pai, mas rigoroso. Agora os jovens são os mais espertos e Michael treinou eles a  ter consciência do mundo e seus perigos.”

Ele acrescenta: “Nós demos-lhes mais liberdade e eles parecem adorar. Eles agora têm TVs e computadores. Paris é o líder deles. Ela está crescendo rápido e tem de ser vigiada de perto.  “Estou bastante certo de que ela pode ser qualquer coisa que ela queira ser. Como todos os Jacksons ela tem esse gene de artista.

“O Prince é mais silencioso, mas toda vez que eu vejo ele tem um instrumento musical diferente em sua mão. Blanket é o mais parecido com o seu pai.  “Quando eu olho para ele, ele me lembra o que meu filho era como naquela idade. Assim como Michael, ele pode dançar muito bem. É possível que eles vão entrar em showbusiness. Seria um orgulho para o Michael.”

Ele revela que Paris e Prince conheceu sua mãe biológica Debbie Rowe, 50, no início deste ano, pela primeira vez desde a morte de Jacko.

“Debbie veio com alguns presentes e conversou com as crianças. Sabiam que ela era sua mãe, mas não fez um grande barulho”, diz ele.  “Foi tudo feito em cerca de dez minutos, mas foi uma boa reunião. O que foi dito, ninguém impediu   de Debbie de ver as crianças. Katherine e ela tem um bom relacionamento.”

Agora Joe está ocupado lutando pela justiça por seu filho, cujo médico Conrad Murray, 56, foi acusado de homicídio em fevereiro passado.

E ele está a tomar medidas legais contra a empresa de shows AEG, bem como os advogados de 2002, que  dibulgou  os 40% dos bens para Katherine.

“Ela ainda não viu um centavo. Cuidou de Michael Katherine toda a sua vida – ele estaria desgostoso com isso”, diz Joe.

Ele afirma que também se culpava pela morte de Michael.  “Eu tentei ajudar o Michael, mas eu sinto que poderia ter sido mais agressivo no sentido de obter acesso a ele”, diz.

“Apenas uma vez eu derramei uma lágrima por ele e que estava  em uma coletiva nas Bahamas  para receber um prêmio . Quando tocou as suas músicas durante a homenagem, as lágrimas cairam no meu rosto.

“Eu me sinto com muita raiva que ele está morto. Ele não vai descansar em paz até eu descobrir o que realmente aconteceu.”

Joe permaneceu inalterada pelo público a percepção dele como um insensível tirano.

Michael infelizmente despediu ele como seu empresário, admitindo que o fez por ter medo e nunca sentir qualquer amor.

Mas Joe diz: “Eu não sei porque Michael disse essas coisas. Se eu não fosse estritamente bom, teria terminado como  gangues de ruas.  Coloquei uma enorme quantidade de trabalho para fazer com que ele  se desenvolvesse para o show business.

“Ele sabia que ele me  amava. Lamento que eu não dizer adeus corretamente. Eu quero que o seu legado viva para sempre.”

—————

Hmmm..

Eu estou muito confusa!

Ou Murray matou Michael..ou Michael se matou de forma indireta?

Não consigo entender porque a família diz estar correndo atrás de justiça pelo Michael, mas ao mesmo tempo ajuda a inocentar Murray ao dizer que Michael era um viciado.

Será que ninguém alertou eles que falando isso, estão alimentando a argumentação que irá ser usada para inocentar Murray? (WTF)

Leiam isso de novo “Ele ficava dizendo que ia ser morto, e tinha medo de ser baleado no palco”

GENTEEEEEE!!! Ninguém tem uma paranóia assim se não tem algum motivo.

E de novo vemos a afirmação de que Michael corria risco de vida!!!!

” Eles estão atrás de meu catálogo de músicas, mas ele nunca disse que ele queria dizer com isso. “

Hmm..o tal e ambicioso catálogo. Se lembram da La Toya dizendo que mataram Michael por causa do catálogo? lalalala

“…mas Michael e sua mãe sentaram no canto e começaram a rir..”

Opa! Me perdi aqui. Como que Michael está aflito e preocupado em não conseguir cumprir os 50 shows, e começa a rir quando o pai tenta ajudar ele? Hãmm?

R.I.R

Vamos pensar juntos sobre isso?

Sigam a minha linha de raciocínio, e leiam as frases ditas por Joe abaixo:

“Eu gostaria de ter feito este homem ficar longe dos shows. Eu sabia que ele nunca faria, mas eu nunca pensei que ele ia morrer.

Ele sabia que Michael nunca faria os shows? E o que ele ia fazer? FUGIR!?!?

Conseguem achar outra saida faltando menos de um mês???

Contrato é contrato! Ele não tinha saida..

“Assim como Katherine, ele não conseguia lidar com os confrontos. Randy disse que iria resolver isso, mas nada aconteceu.

“..como Michael ela prefere fugir.”

E o que Joe disse acima? Que quando foi falar com Randy sobre os shows, Michael e Katherine sentaram no canto e começaram a RIR! E qual era a preocupação de Michael? Em cumprir os 50 shows, pois de fato ele não queria fazer isso! E o que Michael faz como a sua mãe de acordo com Joe? Ele prefere FUGIR?!?

Agora me diga:

– Por que Michael iria rir se ele estava preocupado com isso?

Seria porque ele já estava se preparando para FUGIR assim como a sua mãe? #tenso

“Foi um fã que me disse que Michael estava sendo levado de casa em uma maca.

OMG! Eu queria saber que fã é essa tão privilegiada que tem o número de celular do Joe. Aliás, que forma estranha de saber sobre a notícia do filho não? Ele estava vendo a notícia na TV e uma fã ligou? Oi? Não era mais fácil e mais REAL ligar para os outros filhos? #complexo

E somente eu achei estranho o comportamento do Joe? Ele sempre foi frio, quieto e amargo..e de repente acusa a pessoa que Michael mais amava pela morte dele? Ele é pai dele!! Pois bem..sem comentários

Enfim..ele parece mais interessado nos 40% que Katherine tem direito do que em outra coisa. (minha opinião)

Gostaria muito que alguém conseguisse me responder como MICHAEL JACKSON tãoo esperto, inteligente e paranóico com medo de morrer, deixa tudo que tem em mãos de terceiros! Terceiros inclusive que foi demitido e depois readimitodo um tempinho ANTES da morte dele.

Eita! E o próprio JOE já não tinha afirmado que esse testamento era falso?

Joe está muito ocupado lutando por justiça pelo filho. E será que isso inclui a justificativa para cancelar o tributo pela segunda vez? Afinal, pela segunda vez fãs compram ingressos..

Eu disse que esse tributo NÃO IA ACONTECER!

E falando em tributo cancelado, estão falando que o cancelamento aconteceu porque os fãs estavam comprando ingressos achando que o Michael iria aparecer vivo. Bom me desculpem, mas para mim isso foi uma justificativa muito  muito e muito fraca! Por que raios iriam dar atenção para as fantasias dos fãs? MEU DEUS! Cancelaram uma tributo MUNDIAL devido a “loucura” de fãs? E onde entra o respeito com os demais fãs que COMPRARAM os ingresso? Ou não venderam ingressos o suficientes, ou foi por OUTRO motivo? lalala

Eles usam a nossa teoria que eles dizem ser surreal  para justificar o cancelamento?

É SÉRIO! Essa justicativa SIM é muito surreal

Enfim..

Michael is alive! 😉

Link da notícia:

http://www.newsoftheworld.co.uk/showbiz/845242/Michael-Jacksons-dad-blames-wife-for-Jackos-death.html

h1

Em fita Michael confessa que estava correndo perigo e pede ajuda

12 de maio de 2010

Trágica gravações de Michael Jackson em que ele implora por ajuda financeira e teme por sua vida são revelados pelo THE SUN hoje.

Eles mostram a estrela errante, por vezes, e em outras vezes quase incoerentes. Desesperado para se refugiar em  seu rancho Neverland e cercado por preocupações com dinheiro, o astro deixou uma série de mensagens na secretária eletrônica de um amigo O SUN não pagou as fitas.Eles foram entregues ao jornalista Daphne Barak E.U. depois que ela escreveu um livro sobre o vício da celebridade. Senhor  Barak disse ao The Sun que ontem tinha sido passada a ela por amigos, que quis manter o anonimato, para ilustrar como a estrela parece estar sofrendo os efeitos de uma dependência de remédios mais de seis anos antes de sua morte em junho passado. Daphne disse: “Alguns dos mais próximos confidentes de Michael me falou exclusivamente sobre a sua dependência – e desde fitas de áudio de Michael nunca ouvida antes.

Estou muito preocupado com minha vida. Eu quero estar longe onde não podem me encontrar.

“Estes demonstram os diferentes estados de espírito que ele estava passando sob a influência de medicamentos”.

As mensagens são de 2003. Em fevereiro desse ano Jacko foi abalado por uma reação do público após o documentário de TV Martin Bashir que colocou Michael e as crianças em sua cama. Ao longo das gravações de Jackson, que morreu com 50 anos, parece ansioso e paranóico pois a sua vida está ameaçada.

Na primeira mensagem  ele está decidido a afastar-se:

“É Michael chamando. É muito importante, eu quero que o 150 em  conta para mim, porque … eu estou muito preocupado com minha vida. Estou ouvindo um monte de histórias que (nome não revelado) ainda está tentando me sabotar (inaudível)  e eu quero estar em um ambiente diferente e, hum, eu encontrei um lugar que eu gosto e agora (inaudível) Eu quero ser afastado por um tempo onde eles não podem me encontrar. Então, por favor me ajude me ajuda (inaudível) me ajudar, e (hm) mais do que importante (inaudível). Nós somos irmãos “.

Nós achamos que o homem é mau. Achamos que ele é da máfia italiana. Eu não confio nele

Em um segundo, sua voz é arrastada e lenta, que acredita a reaçãos dos remédios.  Ele manifesta a sua preocupação sobre uma figura que ele diz que poderia estar envolvido com a máfia italiana.

“É Michael. Ahh, é 4:30 da manhã aqui é por isso que eu pareco estar com muito sono (risos) e eu estou muito desgastado … mas por favor verifique a mensagem que deixei um ou dois dias atrás. Eu estou muito preocupado. Eu não confio naquele homem. Achamos que ele é ruim, nós pensamos que ele é da máfia italiana. Por favor … temos de ser mais esperto do que ele. Então, por favor, me ajude com isso. Eu preciso conseguir isso, os fundos para que eu possa fazer isso, eu quero estar longe… Eu não quero estar em Neverland agora. “

Em uma mensagem de Jackson em separado novamente parece estar à procura de dinheiro urgentemente.

“Se você receber essa mensagem me ligue imediatamente em 805 *** ****. O que eu quero falar com você é muito alto – secreto … Eu preciso de um banco suíço ou alemão …”

Um pouco mais tarde Jackson chama novamente a pedir dinheiro para ser colocado em uma conta. Ele parece usar uma palavra-código “Sun Screen” – possivelmente sugerindo o dinheiro da proteção.

Eu quero estar longe … Eu não quero estar em Neverland

“Estou muito envergonhado. Mas, hum, não deve ser que eu tenha algum financiamento que está chegando de Janeiro, 02 de fevereiro, e um … é por isso que, nós precisamos ter na tela do sol para a conta 150. Por favor, não Não fique bravo comigo por … (inaudível) É algo que é muito importante para mim e minha família, porque eu estou (inaudível) que eu estou sendo perseguido, e eu acho que é (o nome não revelado). “

Apenas uma fita – em que Jackson discute investir em um projeto ligado à moda emergente para super-heróis – mostra a cantora no seu mais lúcido. Jackson convida seu amigo para trabalhar com ele, dizendo: “Eu adoraria trabalhar juntos, mas quanto tempo … A, uh, eu realmente sinto no meu coração -, temos de avançar o mais rápido possível, porque o do lado do filme que, ah, eu não sei se você está lendo o jornal … mas a Marvel já vendeu seus direitos de internet e ao fato de que o estoque é tão baixa agora.

“Eles colocaram a Spider-Man, agora eles trazido o Incríve Huck, que tem X-Men 2 que vem e também tenho o Spider-Man 2  Ele vai pular, ele vai mudar! Quero dizer, você sabe .. . e esse frenesi enorme para os super-heróis … e todas as coisas que podemos fazer … eu quero começar antes de os estoques … temos que saltar agora. O momento é perfeito. “

A primeira mulher de Jackson Lisa Marie Presley revelou como, 14 anos antes de sua morte, ele havia previsto que ele iria morrer da mesma forma como seu pai, Elvis.

Pesquisa diz que policiais encontraram 11 recipientes de um anestésico poderoso, alguns deles vazio, mais sedativos depois que ele morreu.

O médico Jackson foi acusado de homicídio culposo pela morte.

Dr. Conrad Murray, um cardiologista que estava com Jackson quando ele morreu em sua mansão alugada em Los Angeles, negou agindo “de forma ilegal e sem malícia”.

—————

Hãm?

Primeiro: por que isso foi divulgado somente agora? E por que foi divulgado?

A morte de Michael ainda está em processo, e isso não deveria ser sigiloso?

Segundo: está mais claro que água que ele recebia ameaça e risco de vida! Ou seja: tem motivos de sobras para forjar a morte! (adorooooooooo)

Terceiro: isso é realmente novidade? Porque já vi um pedaço dessa fita no começo da morte dele..rsrs

Quarto: máfia italiana? Oi? affraidaffraid

Meu Deus!!! O nosso cuti cuti realmente precisava de ajuda.

Tohme e Montolla é de origem italiana!

Máfia Italiana também  lembra Elvis Presley, afinal ele também teria fugido de uma máfia.

E dou ênfase ao Elvis Presley devio ao quinto motivo abaixo.

Quinto: Lisa Marie disse que Michael sabia que ia morrer como o pai dela..

Heinn? De novo? LOL!!!

Afinal o que isso tem a ver com a matéria? rsrs

Seria para alimentar o termo “forjar a morte”? (die)

Sexto: Dívidas, dívidas, dívidas..?

“Michael vale mais morto do que vivo” (La Toya disse)

a pessoa anônima = Tohme?

Sétimo: as fitas foram gravadas em 2003, e ele ainda estava em Neverland.

Em 2003 Michael estava brigando com a SONY, e declarou guerra contra ela. #die

Lembram? Ele chamou eles de demônios..rsrs

Preste atenção!!!

Em 2003 ele queria fazer algo para sair dessa situação certo?

E foi em 2003 que ele comprou um caixão de ouro!! O mesmo caixão usado no velório? rsrs

Oitavo: “..Me ajuda.Precisamos agir rápido..”

Hmmmm..plano? O plano da falsa morte?

Afinal..eu não vi nenhuma grande manifestação de Michael desde 2003, você viu algo? #fail

Nono: a fonte é a REVISTA THE SUN!

Já falamos sobre a ligação de “THE SUN” e Michael Jackson.

Décimo: banco suiço?

#medo

Banco Suiço = conta secreta!

conta secreta = SEGREDO!

Por que Michael queria esconder o dinheiro? Para colocar o plano secreto em prática? #adoro

A idéia é denotar que ele está sem dinheiro = a divulgação da midia após a morte de Michael, dizendo que ele deixou dividas.

Décimo Primeiro: investimento em super heróis?

Eu não lembro nada disso! Você se lembra?

Ou o dinheiro não era para investir nisso? lalalala

Décimo Segundo: polícia encontra 11 recipientes DEPOIS que ele morreu.

Affff..será que passou pela cabeçinha da polícia que isso pode ser uma prova plantada?

Pelo amorrrr..aliás Murray escondeu os frascos, e a polícia também  descobriu isso somente DEPOIS.  Tscc

Mas ninguém acusou Murray de esconder provas..hahaha

Décimo terceiro: “..ele é um homem mau..”

mau = perigo perigo perigo

Ele estava em perigo!

Décimo quarto: “..eu não confio nele..”

Tohme? Quem mais seria próximo ao Michael e que ele não podia confiar?

Décimo quinto: as fitas são de 2003 ok?

Agora pensem comigo: se ele forjou a morte mesmo, ele precisava de justificativa para fazer isso. Veja bem: uma falsa morte precisa ser planejada e arquietada, então como a fita é antiga ela está provando que Michael sofria ameaça faz tempo! Sendo assim: essa fita é uma PROVA!

E todo esse tempo ele não fez nada a respeito desse perigo? #humf

Ou será que fez? lalala

Pelo amor..Michael é pai!!! Ele com certeza tem a segurança dos filhos como PRIORIDADE!

Décimo sexto: na matéria é argumentado que Michael está sob efeito do uso do remédio. Hmmm…e foi justo o “THE SUN” que divulgou o video “exclusivo”, onde o próprio Michael confessa que usa remédios de forma exagerada.

Ele não fez isso a base de tortura ou forçado, ele mesmo fala que usa remédios.

Assim como a família que também está dizendo ultimamente que Michael usava remédios.

Ou seja: isso não é novidade!

Aliás..tudo isso só surge DEPOIS que ele morreu! E sendo assim eu não sei o por quê fãs estão indignados com “THE SUN”

The Sun estava esperando Michael Jackson morrer, para divulgar o video um dia. #fazmerir

Décimo sétimo: está muito claro que tanto Michael como a família dele correm risco de vida.

Forjar a morte não é crime!!!! Ou você ficaria sentada colocando a vida da sua família em risco?

Décimo oitavo: por que o “PIIIIIIII” quando Michael fala o nome da pessoa?

Seria pelo simples motivo que a fita foi usada com o intuito de servir como prova? Sendo assim o The Sun coloca o Piiiiiii porque isso está sob invesigação, e fazem isso para não comprometer as investigações.

Achei que já estava mais claro que água que Murray é o culpado! Sendo assim: como e por que censurar o nome de alguém, SEEEE foi Murray quem matou Michael? LOL!

2003 Michael nem conhecia Murray..lalala

É simples: isso é uma PROVA! E o que podemos concluir? Prova para investigar as ameaças de morte!!! FBI já divulgou as ameaças na midia..rsrs

Ou ele falou PARA NOS ALERTAR SOBRE A FALSA MORTE?

Décimo nono: “…eu preciso de um lugar seguro, um lugar onde ninguém possa me encontrar…”

WTFF!!

Isso é praticamente uma declaração de FULGA! Ele queria e principalmente precisava SUMIR!!!

Vigésimo: “..precisamos ser mais espertos que ele..”

ADOOOOOOOOOOOOOOOOO Michael é Michael! (Whos bad?)

Vigésimo primeiro: “..eu preciso ser afastado por um tempo..”

morrii..

por um tempo? Hmm..prazo para voltar da falsa morte?

Está na lei isso: se ele provar que recebia ameças de morte, ele tem o direito de voltar.

Enfim..

Isso deveria ser sigiloso, já que o julgamento de Murray Pop Star ainda não aconteceu.

dai eu pergunto:

– Como que o tal amigo e a própria polícia permite espalhar isso para a midia, se Murray ainda não foi condenado? Hãm?

Ou melhor: isso é um ato inteligente de um advogado competente?

Afinal provas são PROVAS!

E ainda tem uma pergunta martelando na minha cabeça:

– Como que isso só surge AGORA?

Apenas para nos alertar?

Vixiii..

Tem certas coisas que nem precisa ser expert em FBI para entender.

OMG!!! A gravação onde denota que Michael usava remédios, é um prato cheio para inocentar MURRAY!!

Meu Deus…e como a polícia e a família permitem divulgar isso? Aff!

Esquecem Murray, remédios e etc. Se concentrem apenas na mensagem central da gravação: ele estava em perigo, e estava arquitetando um plano que envolvia muito muito muito dinheiro para F.U.G.I.R.

Pronto! Não tem mais o que questionar:

ameaça = direito de forjar a morte!

É esse o principal motivo para terem divulgado isso: para alertar o perigo que ele corria com a família.

Agora se você acha que a família ia permitir que divulgassem uma mensagem, onde automaticamente iria ajudar Murray..tudo bem! É direito seu!

Até porque ajudar Murray é o que a família anda mais fazendo ultimamente..rsrs

Dizendo que Michael usava remédios e mimimimi…eles realmente querem inocentar Murray! E isso não é culpa da midia, porque a própria família faz questão de deixar claro isso.

Digo e repito:

É esse o principal motivo para terem divulgado isso: para alertar o perigo que ele estava correndo!

Ou vc realmente acha que Michael ficou sentado, esperando que a máfia pegasse ele e a família. #not

WAKE UP! ImageImage

E lembre-se forjar a morte é direito dele como cidadão, e não como Michael Jackson (dica)

Quem quiser ouvir a tal gravação aqui está o link: http://www.thesun.co.uk/sol/homepage/showbiz/bizarre/2969388/Files-expose-Michael-Jacksons-troubled-mind.html#comment-rig

Michael is alive! 😉

Obrigada Margô e Kátia pelo link! Valew meninas!!!

h1

FBI diz que Michael Jackson foi ameaçado de morte

23 de dezembro de 2009

O FBI divulgou nesta terça-feira centenas de documentos até então sigilosos a respeito de Michael Jackson, a maioria dos quais relacionados a uma investigação em 1992 , sobre um homem que ameaçava matar o cantor e o então presidente George Bush.

Os registros incluem numerosas cartas ameaçadoras enviadas pelo suspeito, que segundo o FBI dizia ser filho do mafioso John Gotti e chegou a ser considerado mentalmente incapaz para enfrentar um julgamento.

O suspeito que nunca foi identificado, acabou assumindo as acusações de comunicação postal de ameaça, pelo que foi condenado à 2 anos de prisão.

Os documentos no entanto incluem recortes de jornais da época identificando o homem como sendo Frank Paul Jones, então de 34 anos, um fã obcecado pela irmã de Michael, Janet Jackson.

Segundo os relatos da época, esse novaiorquino já havia sido detido ao tentar entrar ilegalmente na Casa Branca, e um mês depois foi visto no terreno da casa dos pais de Jackson em Los Angeles.

Em uma carta o suspeito dizia: “Se não me prenderem nem resolverem o meu problema, vou tentar matar o presidente George W. Bush”

Em outro, ameaça “cometer suicídio em massa no show de Michael Jackson, se necessário” e “tentar matar pessoalmente o cantor se ele não pagar o que me deve”

O arquivo divulgado de acordo com pedidos amparados na Lei da Liberdade de Informação, mostra também que o FBI esteve envolvido nas investigações de pedofilia contra Michael Jackson. No primeiro caso, em 1993, o caso foi arquivado, mas ele pegaou uma idenização de 20 milhões de dólares, no segundo em 2005 ele foi absolvido.

—————–

De uns tempos para cá, o FBI só bate na tecla “Michael J. recebia ameaça da morte e blá blá blá..”

Lembram que já divulgaram a lista de inimigos dele?

Hmmmmm..

Para forjar a morte é preciso provar uma ameça de morte!

E  pelo jeito tinha muitas pessoas querendo matar ele..

..vamos lêr as coisas com olhar biônico!

Michael is alive! 😉

Link da notícia:

http://oglobo.globo.com/cultura/mat/2009/12/22/fbi-diz-que-michael-jackson-foi-ameacado-de-morte-915324650.asp